15 novembro, 2017

Porque o mundo me chama LOUCO

Porque o mundo me chama LOUCO


Eu sonho, como sonha um sem abrigo
sonho com bondade, sem miséria nem castigo
sonho com a felicidade, da natureza humana
que sofre de egoísmo, dessa doença insana

e neste mundo sonhar e querer algo mudar
somos chamados de loucos, dizem vai-te tratar
porque de almas vazias, que ja se pereceram
não entendem que outros sonhos aconteceram

sob pena de contagiar alguém com minha loucura
adoro ter sonhadores, como eu nesta aventura
que se chama vida, eu chamo evolução
onde só os sonhadores, possuem bom coração

porque sonham este mundo,
sem um pouco de maldade
cheio de amor profundo
repleto de felicidade

e a esses sonhadores, loucos por definição
junto as minhas ideias, junto o meu coração
enquanto puder lutar com toda a emoção
pela humanidade, por um sentimento são.

01 junho, 2017

Dia da criança

Hoje é o teu dia
e o dia detodos aqueles
que nao permitem 
que a acidez da vida
roube a doçura da infancia

Hoje é o teu dia,
liberta a dor que te acolhe
e faz permanecer a alegria
que destrói o que nos tolhe

Hoje é o teu dia criança
que sofres as amarguras
deste mundo insano
que sendo uma só raça
de muitas culturas
não se quer tornar humano.

Hoje é o nosso dia
daqueles que,  primeiro
aliviam a dor alheia
e que tecem a teia
rendada de amor e perfumado cheiro
numa fabulosa alquimia.

Hoje é o teu dia
Amanhã e depois também
porque todos os dias são dia
de quem te ama, te quer bem.Dia da criança

11 fevereiro, 2017

Convicções


As minhas convicções não estão erradas por serem de esquerda ou de direita, elas estarão erradas quando eu não defender a dignidade do ser humano, o amor e a liberdade a que todos temos direito.

15 dezembro, 2016

Com humildade

Como eu adorava que as almas se enchessem de poemas, feitos actos de humanidade sem reservas, nem contenções.
Como eu adorava ver o amor espalhado em poemas reais, pelas multidões
como eu adorava, que os poemas não fossem apenas palavras retidas pelo conhecimento
mas brasas abertas, de sentimento
Como eu adorava, mas como são frágeis os meus lamentos.

Miro Couto

27 novembro, 2016

Tenho urgência de mim






Tenho urgência de mim
este que vegeta neste corpo
não sou eu
Sei que a prisão que me cerca
não tem grades, nem algemas
apenas uma força invisivel
que me impede de prosseguir

Tenho urgência de mim
De poder dar voz aos sonhos
que me aquietam os dias
e que me faz pesadelos
pela espera que fabrica a ansiedade
que nos provoca o iriçar dos pelos

Tenho urgência de mim completo
Activo, tenaz em movimento
dando imagem á força que me impele
de criar, de fazer de dar alento

Tenho urgência de mim, livre
sem as limitações que o dinheiro impõe
para dar luz aos projectos desenhados
para dar voz aos seres esmagados
desta sociedade perversa ilusória
onde a animalidade se sobrepõe

Tenho tanta urgência de mim
por mim,pelos que me rodeiam
pelos que anseiam paz e amor
e fraternidade sem fim

Tenho imensa urgência de mim
Não do que fui
não do que sou
mas pró que aqui vim.

Miro Couto

07 novembro, 2016

A força de uma rosa






A força de uma rosa

Sentado num bar
onde deitava canções
inusitadamente vejo a entrar
três pessoas e dois corações


Meti conversa no meu italiano perro
e porque o meu inglês emigrou cansado
das mazelas feitas, forjadas em ferro
no braseiro da dor que tenho passado


Soltei uma canção,
reflectida da alma quando a torces
que só poderiam ser sentidas
por almas boas, sensíveis e doces 


Na face da senhora, uma lágrima luzidia
ocultada pelo sorriso de bondade
que mesmo saindo apressada, sorria
e não pensei que voltassem mais tarde.


regressou com uma rosa na mão
e um enorme sorriso estendido pelo peito
deu-ma, e tocou-me o coração
que até hoje lhe guardo respeito


Cantei o Adeus tristeza até depois
poema que sempre cantei magoado
sofrido, sentido e chorado
da minha vida que é um fado


mas na memória desse momento
desse encanto enternecedor
a rosa foi o sopro ternurento
De uma senhora mulher, feita flor


Obrigado Á Daniela e ao Mihai Gafencu se ainda se
lembrarem do momento

01 novembro, 2016

Esperança






É a minha cara

" A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação ensina-nos a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las.
Santo Agostinho

31 outubro, 2016

Fui de viagem







Fui de viagem

Fui de viagem até terras alfacinhas
Com uma espada à cintura
para matar saudades minhas

Fui de viagem,
e à minha espera um amigo
pronto para me levar até ao seu abrigo

Fui de viagem, e ele levou-me a jantar
Num pacato restaurante de fado
onde acabei a cantar

nas conversas que não acabo
porque não irão acabar
temos sempre um longo prado
que nos está a separar

e porque te sinto a falta
da conversa inquieta
das risotas sempre em alta
com malícia encoberta

Juro que quando puder
irei de viagem por certo
porque apesar de tão longe
nunca estivemos tão perto

PS: Para a minha gente do sul
Miro Couto

30 outubro, 2016

A hipocrisia das varias igrejas

Dizem-se seguidores dos evangelhos, mas nunca cumprem os preceitos que eles lhes deram, e rezam alto no meio de salas, com cantilenas, outros com sacrificios do senta e levanta, como se necessitassem de ser vista a sua religiosidade, para que se encubra a verdade, do bate com a mão no peito e depois podem tolher quem quiserem porque estão absolvidos. Como andam enganados e não há maneira de os fazer ver a verdade.



Mateus 6.5-15

    E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais. 

Ser Livre




Ser livre

Ser livre é seguir a alma,
seguir o que de ti tens dentro
e não estar preso a religiões
partidos, ideologias ou filosofias
a esquerda ou ao centro

Ser livre é defender o que acreditas
sem tabus nem moralismos decadentes
sem algemas mentais, ou correntes
que calem os sentidos que gritas

Ser livre, é não pactuar
com aqueles com quem convivemos
que numa altura peculiar
se desviam deles mesmos

E porque os grupos encadeiam
toda a nossa vontade
Ser livre é que tudo o que leiam
saber retirar a verdade

Resistir ao atropelo
seja verbal ou físico
que num excesso de zelo
ou de um fim martinico

Ser livre tem alto preço
que a sociedade te cobra
e os podres poderes te dobra
se não tiveres coragem de sobra

Por mais doido que me chamem
lunático, louco e infiel
revoltado, demente, tarado
sempre a MIM serei fiel
e LIVRE, na minha pele

Miro Couto

29 outubro, 2016

Os que nos podem ensinar

http://www.semprequestione.com/2016/10/criancas-das-estrelas-choca-mae-ao.html?m=0#.WBReK8kdooK

28 outubro, 2016

Nenhuma sociedade quer que sejas sábio OSHO Liberta te!

Não sou especialmente fâ, mas esta explicação assenta como uma luva ao que eu sempre faço, e, em vez de usar palavras minhas, uso as dele. Aprendam, quanto mais se vergam mais eles vos esmagam.

24 outubro, 2016

citações

A tirania aumenta, quando os ultrajados em nome da bondade e da boa educação se calam e o permitem
Miro Couto

18 outubro, 2016





A indignação.deve ser proporcional à injustiça, sob pena dos carrascos não entenderem o acto vil que cometem.
Miro Couto

28 setembro, 2016

Anseio

Gostava de vos ver com brilho próprio
e não com camadas de verniz que reflectem a luz dos outros
que com humildade se vão vergando e como ópio
criam a ilusão desvairada que cresce aos poucos

Gostava de sentir que a talha que vão fazendo
elimina essa pétrea e rude forma primitiva
com apetite aguçado que tudo vai acumulando
em vez da força sublime que é o amor e a vida

Adorava que os olhassem nas suas imperfeições
capazes de os ensinar a moldar os mais duros corações
na perfeita sinfonia do amor condescendente e em paz
e que nas quedas de levanta-los seja capaz

Almejo uma humanidade fraterna, educada, amável,
sensivel, capaz de substituir o choro amargo da dor
num choro de êxtase pleno de imensa alegria afável
e que os dias negros de amargura, passem a cheios de cor.

Eu sonho com esse dia, é o meu sonho, a minha ambição
o dia em que deixa de haver preto, amarelo, gay ou machão
mas apenas seres humanos iguais, sem haver conotação
em que possamos dizer que o outro, todo o outro é meu irmão!

Miro Couto

08 setembro, 2016

A importância





A Importância

A importância tem estatuto velho
veste-se de finas sedas, e espartilhos
Calça sapatinhos de cristal sem atilhos
ou de fina flor mesmo nascida num quelho

A importância cresce e germina
em tudo o que é personagem que se afirma
enchendo o peito de ar e o fato de naftalina
na sua superioridade que legitima

Mas a todos sem excepção,
sejam pessoas ou intituições
fardas, postos e galões
só tem a importância, que lhe dão

A importância e sempre relativa
À importância que nós lhe damos
pode ser relevante ou negativa
mas foi culpada de haver amos.

Se te dou muita importância
Acredita que sou teu amigo
porque só dou importância
aos que se importam com os meus, e comigo.

Beijos a quem é de beijos

Miro Couto

02 setembro, 2016

Amanhã, Hoje não





































Amanhã, Hoje não
Amanhã, quando chorares
pelas escolhas que fazes
chorarei contigo, ao teu lado
pela pena que me dás hoje
de não entenderes o que escolhes.

Amanhã, quando sofreres,
estarei desolado, com compaixão
Apesar de todos os esforços que hoje
eu faço para que entendas a tua acção

Amanhã, terei a mesma dor
que hoje carrego no peito
porque a força do meu grito
não foi capaz de te acordar

Amanhã, terás mais uma lição
aprendida com chaga e gemido
porque a minha voz não foi capaz
de te ensinar o que ja tinha aprendido

Amanhã, serás maior do que és
com muita mais sabedoria
que adquiriste na forja das almas
que peregrinam pelas pedras, descalças
Amanhã, tentarás com o teu grito

Mostrar os erros aos teus amigos vindouros
Berrarás à força de 30 pulmões
E chorarás por cada um que te faz manguito

Amanhã, percebes o meu grito de hoje
mas amanhã, hoje, sentes o ego enorme
inchado de ar sem coisa nenhuma
da ilusão fugaz que a todos come.

Amanhã, se eu cá estiver,
não te direi eu avisei-te
Porque também eu aprendi
derramando leite.

Beijos a quem é de beijos e abraços a quem e de abraços
Miro Couto

12 maio, 2016

Esperança cretina




Pensei que o saco das lágrimas se tinha esvaziado
e que toda a turbulência pela passagem do cabo bojador
que o fizeram encher, aquele que tras a dor
ja tinha sido completamente ultrapassado

Pensei, porque pensar não é errado
se nos pensamentos nos ocorre o sofrimento
a dor lancinante de ficar paralisado
com as amarras que temos no sentimento

Guardei sempre a esperança,
essa cabra que me tortura
sem que me mostre a bonança
que possa aliviar esta amargura


Julguei que o tempo era chegado
que o fim deste suplicio se apresentava
dos sonhos que sonho acordado
cantavam num desfile que encantava

Mas ás vezes, sem entender a razão
das escolhas que fizemos nesta reencarnação
resultam das preces que outros farão
e percebemos que a tudo damos a mão

As vezes esgotados de força vital
de tanto dar por amor ao mundo
caímos em desespero profundo
neste mundo reles, animal.
Miro Couto
12-05-2016

25 abril, 2016

Jorge Carvalho (o Pisco)

Eu era dos que gritava cá fora.


Ganhaste a tua prisão
com o humor que fazias
da tua contestação
das palavras que dizias

Foste luz, foste candeia
em tempos de escuridão
deste força, foste a ceia
dos que gritavam em vão

mas nesse dia estóico
viste a muralha a cair
e te tornaste heróico
sem deixares de sorrir

Foram anos bem sofridos
aqueles que já passamos
Frios, duros, compridos
mas ainda ca estamos

E com toda a alegria
saúdo a tua história
de quem de si renuncia
em prol de uma vitória

Abraço Ao Jorge Carvalho, que conheci em 1972, juntamente com outros democratas, pela mão do Adriano Teixeira de Sousa, que me convidou para ir cantar a um convivio na senhora da Hora.
Miro Couto



25 de ABRIL NA CELA
Não sei o que tinha a noite,
Não sentia o frio nem o medo.
Do fundo da noite agitada pouco calma, chegava até mim um eco profundo parecia-me ouvir um grito de LIBERDADE.
Do fundo da noite crescia o rumor do eco da multidão, um grito oriundo do fundo dos tempos LIBERDADE, LIBERDADE LIBERDADE…
Quem? Quem gritava? Assim era o POVO, que enchia as paredes da minha cela, rasgando pela noite, e esta crescia com aquela palavra de ordem que me tornava em louco:
“MORTE À PIDE E A QUEM A APOIAR”, não, não pode ser, estou a ficar louco deve ser…
“VIVA A PIDE E A QUEM A APOIAR”
Durante a noite, as horas iam passando, a multidão ia engrossando e o coro enorme crescia, era um coro enorme que se aproximava cada vez mais da minha cela.
As portas batiam, mil vozes falavam, pides a correr e os guardas prisionais também corriam.
Eu estava a ficar doido, surpreendido, a minha própria voz, sobretudo as lágrimas e apetecia-me gritar e cantar…
“Vá camarada, mais um passo,
Já uma estrela se levanta,
Cada fio de vontade são dois braços,
E cada braço é uma alavanca…”
Contive os nervos, o meu respirar era de nervos, o eco da multidão impedia-me de ouvir a multidão e eu ansiava ouvir tudo e perceber o que se estava a passar.
A cela cada vez me apertava mais,
“ Vá, camarada, mais um passo
Já uma estre la se levanta…”
Tive medo, estava com medo!
Medo de loucura, medo que fosse mentira, medo de continuar preso, DE TUDO SER UM SONHO.
Mas quando as portas da minha cela se abriram pela manhã, outro grande susto apanhei.
Um pide e militares alguns com capacete branco PM, tremi novamente de medo e perguntei-me a mim próprio…
Será que me vêem buscar para o serviço militar?

“Vá camarada, mais um passo
Já uma estrela se levanta…”
AH mas o eco da multidão dava-me forças, só a minha voz me impedia de cantar.
Os nervos cada vez mais se apoderavam de mim, as lagrimas humedecem-me a garganta e eu repetia-me a perguntar:
O que se está a passar?
Informem-me, tirem-me desta loucura, eu quero respirar ar livre da minha LIBERDADE o ar da vida.
Continuava a ouvir a multidão gritar, barafustar e protestar. A multidão enchia-me de AMOR e de ALEGRIA, quando ouvi, FALTA UM, LIBERDADE PRO PISCO!
Eu queria abraçar aquele povo, queria respirar ABRIL, queria deixar de tremer na cela, só ansiava a minha LIBERDADE.
De súbito gelei por completo, quando fui àquela varanda e vi uma enorme multidão gritando LIBERDADE, LIBERDADE, não consegui dizer uma palavra tal era a emoção.
De seguida, enorme alegria ao sair daquele portão e abraçar a multidão,
Gritando com eles LIBERDADE, LIBERDADE e ouvia CAMARADA ESTÁS LIVRE e fui sob escolta militar para o quartel Militar.
Foi assim aquela longa noite de 25 para 26 Abril, noite fria e quente ao mesmo tempo.
Portugal tinha acordado antes da hora, acordou, quando ouviu a boa aurora.
E a noite, lentamente se fez dia!
Há um povo que canta, alguém que chora, mas tudo em manifesto de alegria.
Foi há 42 anos, essa data que todos hoje a recordamos e a relatamos.
Nem tudo foi bom dessa euforia, ainda há tanta coisa por cumprir.
Ainda há tantos rostos, sem sorrir.
Que para muitos, piorou desde esse dia.
A verdade é que estamos cada vez mais pobres, muito desiludidos e irresponsáveis.
Muito mais desconfiados dos senhores do poder.
Muito mais tristes e desarmados, desesperançados, desmotivados,
Parados no tempo e na historia e continuamos a eleger mentirosos e ABRIL POR CUMPRIR!
MAS,
HÁ SEMPRE UMA CANDEIA
DENTRO DA PRÓPRIA DESGRAÇA
HÁ SEMPRE ALGUEM QUE SEMEIA
CANÇÕES NO VENTO QUE PASSA
E fraseando Ary dos Santos
“DE TUDO O QUE ABRIL ABRIU,
AINDA POUCO SE DISSE,
E SÓ NOS FALTAVA AGORA,
QUE ESTE ABRIL NÃO SE CUMPRISSE!”
Resta-me continuar a perguntar ao VENTO QUE PASSA NOTICIAS DO MEU PAÍS!
25 DE ABRIL SEMPRE,
FASCISMO NUNCA MAIS!
Jorge Carvalho

02 fevereiro, 2016

Aos que me vem espionar

Sejam bem vindos aqueles que armados em espiões, e até pertencem ao ministerio da administração interna, por aqui aparecem a ler o que vou escrevendo.

Acho bem que leiam tudo, pode ser que aprendam a ser melhores pessoas, que sintam orgulho do Pais que vos acolheu e que não sejam cães subservientes ao poder, como se eles fossem donos.

Por mim, se é para me sentir intimidado, apenas vos digo que perdem o vosso tempo, os vossos colegas da PIDE/DGS não conseguiram meter-me medo, por isso, aproveitem a estadia, e leiam, tentem perceber o que escrevo, porque o que eu escrevo, não é para mentes comezinhas pequeninas, ou obtusas, por isso, esforcem-se, apliquem-se e quem sabe, poupam uma reencarnação no inferno a que se chama Terra.

Às pessoas que me seguem, apenas vos digo que este blog tem andado menos concorrido, porque a luta que o facebook dá é bastante grande, mas de vez em quando, cá virei ao desabafo, e como sempre, contra estes VIS CRETINOS que nos espoliam, que ROUBAM o erário público á força toda, e que ainda muitos não entenderam que tem uma arma fenomenal para arrumar com eles, que se chama votar, e até pode não ser votar em alguém, mas votar CONTRA ESTA CHUSMADE TRAFULHAS ASOLDO DO BILDERBERG. Sim Disse BILDERBERG, sabem o que é? São um grupo de escroques cheios de dinheiro que corrompem governos e cretinos apátridas, para depois emprestarem dinheiro aos países, ate que eles fiquem vergados a sua vontade. Sim perceberam bem, são esses escroques que dominam a Europa, o banco central europeu e a comissão europeia, mas que há muitos  parolos, muitos burros, que acham que eles, comissão europeia é que nos vai ajudar a ser aquilo que já eramos antes.

Enfim, esse bando, tem muitos sabujos nos vários países ao seu serviço, e os centros de espionagem em vez de servirem para defender PORTUGAL, servem para defenderos interesses financeiros desse gangue de criminosos.

Beijos a quem é de beijos, e abraços a quem é de abraços

Acbelix FARTO DE HIPOCRITAS


NB: Aqui fica o registo das visitas desses senhores

 

16 janeiro, 2016

Ser genio ser louco


Ser génio, ser louco
a mim tanto faz
que de mim façam pouco
ou falem por trás


em tudo na vida
teremos efeito
do que escolhemos
e temos no peito


Ser génio talvez
me de garantias
que por sua vez
encha de alegrias


ser louco à razão
com a fantasia
deixa a sensação
de amor e poesia


ser génio nos faz
aos olhos de alguém
gente que é capaz
está muito aquém


mais mais divertido
é ser louco sim
e não estar contido
é não ver o fim


com tudo a mistura
daria sucesso
ter muita loucura
com génio aceso


ser génio ser louco
que seja eu sim
quero é ser feliz
e viver sem fim


e com a ternura
que só louco entende
ser génio e figura
de um louco perene


Miro Couto
16-01-2016

17 outubro, 2015

Vem de roda

vi-te de saia rodada
num perfeito rodopiar 
numa dança entrelaçada 
entre o vento e o mar 

e numa nuvem que vaga 
numa onda de maré
 vi-te de saia rodada,
 a rodopiar num só pé 

vem de roda 
vem de roda
 vem de roda sem parar
 eu quero ver-te de roda 
até que finda o luar

 a
luz que te ilumina 
é perfeita em armonia
 solta a alma p'ra vida 
solta a tua alegria 

vem de roda vem de roda 
vem de roda sem parar 
eu quero ver-te de roda 
até que finda o luar

26 julho, 2015

Hoje Bebia-te

hoje bebia-te
num trago sôfrego e longo
onde as gotículas escorrem
imiscuidas no prazer gostativo
entre o palato e o coração
numa felicidade efémura
mas de inquietante desejo

hoje bebia-te,
e, de forma inusitada
esquecia-me do mundo
e das dores parideiras
que as cretinices do poder
chagam em largas feridas
cobrindo o corpo em lamurias

Hoje bebia-te, em tragos largos
de paixão irreflectida
que nos desamarra os conceitos
que nos agrilhoam na urbanidade mesquinha

Hoje bebia-te, em caneca gelada
a borbulhar pensamentos escorreitos
desta vida insana peculiar
mas nunca menos de meio litro
de fermentada cerveja pra consolar
como se viciado fora, do etilico aroma.


Miro Couto 26-07-2015 cheio de sede

14 dezembro, 2014

Poema







Como se poe por palavras,
o que alma pode expressar
se não ha palavras que desenhem
as melodias de um olhar

como se pinta em poema
a imagem do sofrimento
de uma alma plena
de onde sai um lamento

como se avalia o poema
se nao se veste a pele
de quem com uma pena
expoe a vida dele

como posso eu avaliar
se é bom, se é mau, ou peculiar
se foi por sorte, ou azar
por condão, ou por rimar

que o poema escrevi
se a mensagem passar
entao sei que venci
a dôr que me quer tragar

Moimeme

16 outubro, 2013

Colapso Económico Mundial Karen Hudes lo anuncia públicamente (subtitulado)
















LEMBRAM-SE A UNS ANOS ATRAS EU FALAR DISTO? E DAS PROFECIAS MAYAS... AS DATAS PODEM NAO PARECER CERTAS, MAS... AGUARDEMOS!

06 setembro, 2013

¿Por qué las elites mundiales necesitan la guerra prefabricada de Siria?

Vale a pena ler este texto, que exprime em força aquilo que venho a dizer a muito, e que mais uma vez, confirma o que os mayas disseram, embora as datas nao estejam certas em relacçao ao nosso calendario. O medo que haja colapso do dolar, faz com eles tentem tudo para ocultar o maior problema, o dolar nao vale o papel em que é impresso.

01 setembro, 2013

Estar desempregado, falido, ou doente.



A sociedade que temos, nao tolera gente "falhada" seja que sejam desempregados, falidos ou doentes. A sociedade, impõe que se nao estas a fazer nada, és um imbecil, sim imbecil, porque se nao estas a fazer nada (ainda que estejas, mas que eles nao vejam) e porque es um falhado, um desprovido de inteligencia, um marginal. Não obstante a sociedade de hoje tenha a tendencia de dar importancia a quem tenha algum sucesso, mesmo que esse sucesso nao represente nada demais, ainda ha aqueles que continuam a por e a dizer que gostam de frases bonitas, tipo,...saber esperar é ter a força dos leoes quando caçam... ter fé, e saber ultrapassar as feridas, é para os grandes... enfim paletes de maximas que nos infligem todos os dias os murais das redes sociais, mas que depois, quando aparece alguem nessas circunstancias, a critica e a observaçao critica são as vezes fulminantes.
    A experiencia da vida, ensina que so passando pelos problemas os conseguimos avaliar, pois se tivermos eem conta que se lidarmos com pessoas serias e com ombridade, e lhes perguntarmos se gostam de estar sem fazer nada e inventar o que fazer para ocupar as horas que lhe sobram disponiveis para nao andar a pensar em desgraças. provavelmente vos dirão, que nao haverá maior pesadelo que esse. As vezes as senhoras falam de que nao ha pior problema que inventar o que cozinhar todos os dias e fazer escolhas nesse sentido, mas, acreditem que quem estiver metido numa cama doente, por força de se curar, ou quem estiver desmpregado, sem poder sentir-se util ou agradavelmente ocupado, ou com pelo menos a mente ocupada, e vão perceber porque é que a grande parte dos suicidios acontecem, pois quando sobra muito tempo as pessoas, e nenhum dinheiro para poderem ocupar-se seja no que fôr, os pensamentos mais obtusos tendem a aparecer e a dominar-nos. Sei que ha muita gente que faz a critica pela critica e nao tem a intençao que querer magoar, mas porque se preocupa, quando ao invés de criticar, deveria se calhar perguntar o que falta, o que sente, o que vai na alma, e em que poderia se calhar ajudar para que isso nao se notasse tanto. As vezes, uma simples reparaçao doméstica, resolvida, serve para levantar o ego de quem esta em baixo, ou entao, a palavra que aparece do nada, de alguem a quem no passado demos a nossa presença e o nosso "colo" e que parecendo vir do nada, nos conforta, nos da força, nos da alento para empurrarmos a vida para a frente, na esperança que um dia, sejamos resgatados, por qualquer coisa que aconteceu, e que mudou totalmente o sentido da vida que levava-mos. A natureza das pessoas, fraca por defenição, é que quando as pessoas passam de vencido a vencedor, aparecerem a dizer textualmente, sempre acreditei em ti, sempre confiei que eras um heroi, sempre vi que eras um resistente, quando, uns dias antes, parecia que tinhamos repelente colado ao corpo.   
A vida ensina, que ha ditados que sao populares por alguma razao, pois os ditados populares foram criados a partir da experiencia e sapiencia popular, e quando eles dizem... não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe... provavelmente, foi porque ao longo dos tempos, assim foi, e a repetiçao de casos, é que faz com que a soma dos catetos, ops, faz a sabedoria popular. Claro que aqueles que hoje se sentem desprovidos de energia, que lutam mentalmente o mais que podem para poder sair da situaçao má em que se encontram e se sentem enxovalhados as vezes, amanha, quando as coisas mudarem, nao serao capazes de excluir os seus carrascos mentais, pois, se estão em alguma provaçao dessas, e porque ja tem costas para a cruz, logo serao seres mais evoluidos, e nao se deixarão cair nessa ratoeira, mas, convem que nao mostrem os dentes, com a boca toda aberta, e façam perceber aos outros, que um dia estavam no chao, e foram motivo de chacota, motico de critica, motivo de escarnio, e que nessa altura sim, e que precisavam do conforto das palavras ao invés da pressao estupida, que a sociedade, desiquilibrada de valores se encarrega de fornecer para humilhar e rebaixar. Até lá, os JO deste planeta, terão de se aguentar, como se aguentou o JO, e aguardar os dias de sol que hao-de vir. Quando vierem... permitem que nao nos esqueçamos de que quem esta no chao, nao precisa que lhe ponham pesos em cima, e como sempre disser e escrevi ha varios anos ... se o amor é um sentimento elevado, não quero ver ninguem no chão...

23 agosto, 2013

Humildade nao é...

A subserviencia e a obdiencia nao sao caracteristas de humildade, podem ser no entanto caracteristicas de falta de personalidade, sendo que humildade sem personalidade, permite a cobardia da aceitaçao daquilo que rejeitamos!
Miro Couto

21 agosto, 2013

Há sempre alguem que diz não!

Que pena tenho eu meu irmao
que as vozes d'outrora cheias de razão
diziam que haveria sempre alguem que diz não
hoje, sem sentido, nem pregão
apoiam gente, que nao é gente, é podridão
sem vergonha, sem humanidade, sem coração

Outros mais tão vis antes vieram
começaram a rusga, que continua
roubando a vida aos que padeceram
em fraqueza a este gente rude e crua

hoje sao ignobeis seres que nos comandam
sem pingo de senso, sem amor
semeiam o mal na terra sem pudor
a soldo de outros que os compraram

e os companheiros passados
nas sua tumbas revolveram
aos que hoje sao vassalos
das ideia porque morreram.

In resposta ao Manuel alegre... Avelino Couto

11 março, 2013

Será que os mayas se enganaram?





Temos de achar que os mayas tinham capacidades que nos com a nossa tecnologia temos dificuldades em perceber, Os mayas tinham conhecimentos que nós nao imaginamos ser possiveis sem computadores, sem iphones, sem ...

Então os mayas elaboraram um calendário fabuloso que veio ate aos nossos dias e... estariam enganados? Os mayas previram coisas fantasticas e dizem, mas se eles eram fantasticos porque nao previram o seu proprio fim? Ou será que previram e os seus responsaveis nao o podiam deixar escrito para que o povo nao se suicidasse colectivamente?

Os mayas, os incas, os azetecas eram de facto povos com muita sabedoria e muito conhecimento, e, entretanto cá a malta que fez as interpretaçoes do calendario, dizem agora que afinal eles se enganaram, que afinal nao havia nenhum fim do mundo.

Ninguem colocou a hipotese de ser os cerberos actuais que se tenham enganado, ninguem coloca a suposiçao que os técnicos de hoje, que nao tem nem um milesimo do conhecimento dos mayas, se atrevam a achar que eles estavam errados, ou seja, as cabeças pensadoras tem egos demasiadamente enormes! Lembram-me as equivalencias do Relvas, e uma afirmaçao de uma grande amiga ... todos sao especialistas e importantes, a partir do momento em que lhes damos essa importancia... diria eu mesmo que nao a tenham.

Os mayas fizeram determinadas afirmaçoes que ja aconteceram, e outras que ainda nao. Vejamos...

A quinta profecia diz que todos os sistemas baseados no medo sob os quais está fundamentada a nossa civilização se transformarão simultaneamente com o planeta e com o ser humano, dando lugar a uma nova realidade de harmonia.   

Esta que eu saiba ainda nao aconteceu, mas estas que se seguem estao proximas de acontecer, basta andar atento e ler as noticias! Ora vejamos...

Os sistemas falharão para que o ser humano enfrente-se a si mesmo para que veja a necessidade de reorganizar a sociedade e continuar no caminho da evolução que levará a entender melhor a Criação.

Quase todas as economias do mundo então com problemas, especulações financeiras e os salva-vidas do governo com dinheiro de bancos que estão à beira da falência, dificultam ainda mais todo esse processo.

Existem então situações de alto risco no sistema económico, e no sistema de controle de informações e se a isso acrescentarmos o aumento na atcividade do sol que pode causar danos irreparáveis nos satélites, a situação se complica.




Que tal? Eles estavam enganados? Eu ca acho que não, acho que ha qualquewr coisa que nao se entendeu, ou entao ha um desfazamento nas datas. Quero eu dizer que, ou o calendario foi mal intepretado e as datas estao erradas, ou entao, a forma de como as coisas iriam acontecer podera ser diferente. Por exemplo: Os mayas diziam que o fim seria em 21-12-2012, mas poderia ser o fim do tempo da mudança das consciencias, e nao o fim fisico (destruiçao) do planeta, que poderá vir a acontecer mais tarde, depois de outros pressupostos acontecerem.

A primeira profecia diz ainda que a partir de 1999 teríamos apenas 13 anos para realizar as mudanças de consciência e atitude necessárias para desviar nosso caminho da destruição, e avançarmos para uma nova realidade onde a vida se integra com tudo o que existe.

Vejamos,
O livro sagrado Maia - Chilam Balam - diz que, ao final do último Katum, cidades serão destruídas e, haverá um tempo de obscuridade, mas que logo chegará a seara futura - os homens do sol, que despertarão a Terra pelo norte e pelo oeste. Disseram que as palavras de seus sacerdotes seriam ouvidas por todos, como um guia para o despertar. Eles falam desta época, como o tempo em que a humanidade entrará no Grande Salão dos Espelhos. Uma época de mudanças, para o homem se confrontar consigo mesmo e analise e reveja seu comportamento consigo e com o Todo. Uma época para que toda a humanidade, por decisão consciente, mude e elimine o medo e a falta de respeito em todas as relações.

Ja aconteceu alguma coisa destas? Ainda não, nas, se repararem a Coreia do Norte ameaça entrar em guerra com a Coreia do Sul, mas tambem se repararem, muitas cidades sao ja palcos de mudança, pelas cheias, pelo fogo, pelo vento. Algumas coisas destas estão ja a acontecer.

Ao afectar-se a ionosfera, pela emissão de raios solares, produzem-se alterações em todas as comunicações de radio e televisão, porque é nesta camada que são transmitidas e reflectidas as diferentes freqüências.

Portanto, a economia e a comunicação são sistemas frágeis e interconectados com todos os outros. A rede eléctrica é especialmente sensível às labaredas solares, como ocorreu durante 9hs em todo o Kebeque em 1989.

O sistema de electricidade é a coluna vertebral de nossas sociedades contemporâneas, se um falhar, falharão um atrás do outro como pedras de dominó derrubando consecutivamente todos os sistemas. Dizem que um sistema é tão forte quanto o mais fraco de seus componentes ou elos. 


Se lerem as noticias, os cientistas andam loucos com as exolosoes solares, e dizem que so conseguem avisar com meia hora de antecedencia. Todos os sistemas podem rebentar, mas... para que acreditar que o fim pode estar aí á frente, se dá jeito nao mudarmos a nossa consciencia e ajudar o proximo e em vez disso sermos egoistas e  mantermos a ideia de que aó aos outros é que acontecem coisas más.


A 1 ª profecia anunciou que 7 anos depois do inicio do 1° katún, ou seja 1999, começaria uma época de escuridão que todos nós enfrentaríamos com nossa própria conduta, disseram que as palavras de seus sacerdotes seriam escutadas por todos nós como orientação para o despertar. Eles falam dessa época como o tempo em que a humanidade entrará no grande salão dos espelhos, uma época de mudanças para que o homem enfrente a si mesmo para fazer com que ele entre no grande salão dos espelhos, para que ele veja e análise seu comportamento com ele mesmo, com os demais, com a natureza e com o planeta onde vive.



 Na minha vida estas datas sao importantes, pois foi na ultima semana de Dezembro 1999 que quase dei cabo de mim desesperado.

Não sei se os mayas estavam enganados, não sei se estavam certos, nao sei, mas sei que a humanidade da forma que está não vai poder continuar, com toda esta desumanidade, com toda esta ganancia, com a falta de valores ético e morais, com tanta falta de amor ao proximo, com tanta falta de moralidade. Mesmo que os mayas se tenham enganado, o fim do sistema conform o conhecemos esta proximo, pois nao é possivel continuar a ver que meia duzia tem mais dinheiro que bilioes juntos, e que ha milhoes a morrer porque nao tem nada! Podem dizer que os mayas se enganaram, mas nao se enganem aqueles que persistem no egoismo, na ganancia, na mentira, na burla, o vosso fim está proximo!

Quanto a mim, os mayas estavam certos, nós é que ainda não somos capazes de perceber como é que eles tinham tanto conhecimento, como o adquiriram, e como é que o transmitiram! Somos tão ignorantes, mas pensamos que somos seres que por conseguirmos umas licenciaturas e uns mestrados, ja somos uns cerberos como nunca houve. Pena de nós!

Miro Couto



07 março, 2013

As vezes



As vezes queremos justificar quem somos porque nos difamam
as vezes precisamos se entender porque vagueamos pelo mundo
as vezes precisamos entender porque estamos em determinado local
e perceber porque passamos pela vida das pessoas.
As vezes sentimo-nos enormes, demasiado enormes
as vezes atingimos os objectivos e sorrimos de felicidade
porque vemos no olhar daqueles que quando estavam mal amparamos
as vezes damos tudo a quem nao compreeende nada
as vezes, conseguimos vencer o dia dia, porque os outros estao bem
as vezes os dias demoram  a passar, porque perdemos força de alentar
as vezes queriamos ser Deus, e mudar o mundo e a vida, e que tudo fosse certo
mas a nossa pequenez nao percebe a grandesa e a imensidao de Deus
as vezes, somos herois levados em ombros pelos que se refletem em nós
ou que veem nas nossas actitudes algo que gostariam de ser capazes
as vezes, somos empurrados para o lixo, somos empurrados para a lama
mas tudo nao passa de uma escola. onde teremos todos de aprender
as vezes sofremos sem que queiram que isso aconteça, as vezes
as vezes sofremos porque os que ainda nao sao grandes nos invejam
as vezes somos diminuidos das nossas possibilidades, as vezes
as vezes pensamos que a luta que travamos, que a moralidade que temos
que o conhecimento e a vontade de vencer os obstaculos onde infelizmente
outros sucumbiram por nao ouvirem os conselhos sabios dos amigos de luz
as vezes apetece cair e deixar rolar o corpo de tao esgotado que está
outras vezes esgotados do esforço de lutar por um mundo melhor
a revolta se instala e apetece pegar em armas e rebentar com tudo
mas sabemos que isso nada resolve e a angustia permanece
as vezes pensamos que deaparecer, e nao nos lembrarmos de quem somos
poderia apaziguar a dor e o sofriemento que passamos
as vezes queria ser apenas aquele rapaz que sorria e lutava com fervor
que trabalhava incansavelmente para construir algo
que achava que o mundo poderia ser meu se trabalhasse para isso
e a alegria de vencer me tornava eterno
as vezes sou homem, humano, sensivel, dorido, cheio de mazelas que tento ultrapassar
as vezes, nao consigo e deixo-me vencer para que alguem me pegue ao colo e me diga, calma
sim, quem me pega ao colo e me leva quando ja me falta a força para combater
e a esperança de conseguir se afasta, nao irremediavelmente, pois sei porque estou aqui
as vezes gostava de ser perfeito aos meus olhos, porque aos olhos dos outros, serei sempre o reflexo das suas imperfeiçoes, e a cobiça dos meus predicados se torna em inveja
as vezes queria ser diferente, mas assumo os meus pecados e sou APENAS EU!

05 março, 2013

Um professor de economia americano (deve ser como o camelo lorenciu)




Circula na internet um texto de um professor americano (só podia ser) que tenta explicar de forma completamente tendenciosa que o socialismo nao pode funcionar. Estes cretinos, ate sabem escrever tendenciosamente, mas tem de perceber que nem todos se deixam embalar nas suas tretas!

Aqui vai|

 .....

Um professor de economia em uma universidade americana disse que nunca havia reprovado um só aluno, até que certa vez reprovou uma classe inteira.

Esta classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: com um governo assistencialista intermediando a riqueza ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e justo.

O professor então disse, "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas." Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas'. Todos receberão as mesmas notas, o que significa que em teoria ninguém será reprovado, assim como também ninguém receberá um "A".
Primeiro erro, o Socialismo nao quer que a notas de um aluno sejam dadas para média, isto é a maneira de nos induzir no erro!

Após calculada a média da primeira prova todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.

Ou seja, estando logo que a média é imposta, tudo esta errado mas mesmo assim vejamos. Os alunos que tiveram excplicaçoes por ter dinheiro, nao se esforçaram, apenas tinham dinheiro para comprar explicaçoes. Os outros, tinham de ir para casa e ajudar os pais para sobreviver. Isso faz deles menos capazes?

Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Já aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D". Ninguém gostou.

Aqui os "preguiçosos" São so empregados dos papas dos ricos, que tiveram de trabalhar ate as duas da manha e levantar.se as 7, para irem para a escola, pois nao tem carro proprio e tem de se levantar mais cedo para chegar a escola como os outros que tem motoristas particulares que os levam!

Depois da terceira prova, a média geral foi um "F". As notas não voltaram a patamares mais altos mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram aquela disciplina... Para sua total surpresa.

Claro seria que, Estando esgotados, os alunos que nao comem e nao tem tempo para estudar porque tem de trabalhar e nao estao nas mesmas condiçoes que os filhos dos papás, as medias nao sobem claro!

O professor explicou: "o experimento socialista falhou porque quando a recompensa é grande o esforço pelo sucesso individual é grande. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros para dar aos que não batalharam por elas, então ninguém mais vai tentar ou querer fazer seu melhor. Tão simples quanto isso."

O professor, burro como o Relvas, nao explica que os alunos menos favorecidos e das classes mais pobres, nao tiveram as mesmas condiçoes que os ricos, e portanto estupido que nem uma bota, apenas avalia o rendimento das notas e nao o esforço que leva ao mérito de as ter, o que a ser bem avaliado, um pobre com um 12, significa mais que um rico com 20.

1. Você não pode levar o mais pobre à prosperidade apenas tirando a prosperidade do mais rico;

1: Se voce ajudar de maneira a que nao sejam necessarios escravos e derem as mesmas possibilidades a todos, a porsperidade avança, sendo reconhecidos pelo mérito em condiçoes iguais e nao pelo poder económico que tem.

2. Para cada um recebendo sem ter de trabalhar, há uma pessoa trabalhando sem receber;

2. Ora se aqueles que se matam a trabalhar para que os outros possam ter explicadores privados, ou seja, quem recvebe sao os ricos, que levam o esforço de quem nao tem e nada ou pouco recebem pelo trabalho que fazem. (um rico pode nao fazer nada para ganhar dinheiro, um pobre por sua vez, nao consegue ganhar dinheiro nem trabalhando muito, isso é igualdade de oportunidades?

3. O governo não consegue dar nada a ninguém sem que tenha tomado de outra pessoa;

3. O governo nao deveria tomar de quem produz o pouco que recebe, e dar a quem ja tem muito para a distancia ser ainda maior, isso é ganancia e estupidez!


4. Ao contrário do conhecimento, é impossível multiplicar a riqueza tentando dividí-la;

4. Ao contrario deste Relvas Americano, é possivel aumentar a riqueza se todos tiverem mais formaçao, se todos tiverem masi conhecimento, mas o conhecimento nao faz escravos e isso nao da jeito, dá jeito haver escravos para servirem quem nunca soube fazer nada mas herdou dinheiro!

5. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.

5. Quando metade da populaçao entende a ideia que tem direito a ter escravos para manter o seu nivel de vida, e usa todas as formas de manter esse servilismo, matendo policias e militares para poderem perpetuar os seus redimentos, entao essa naçao precisa de mudar, pois conforme vai mudando o conhecimento, conforme a sabedoria cresce nas pessoas, menos servis se tornam os seres, pois o conhecimento é luz, e a luz te liberta, a luz faz de ti um ser unico, e nao servo de ninguem! Com conhecimento, nao necessitas de servir quem vive apenas do poder, porque tem dinheiro, com conhecimento terao de ser eles a servir-te, pois tu que sabes e tens conhecimento, nao precisas de ninguem para sobreviver!






Como ja disse muitas vezes, o Socialismo ou o comunismo sao utopias, nao porque nao sejam bons sistemas, mas porque as pessoas nao tem formaçao moral, para nao deixar que os EGOS de se sobreporem aos outros pervaleçam. Só quando os seres humanos perceberem que sao todos irmaos, só aí e possivel ser comunitário!

15 dezembro, 2012

O Pedro e o Lobo e o NIBIRU




Achei que devia por aqui uma nota sobre as contradiçoes que as pessoas criam sobre o NIBIRU e a chegada do fim do mundo, que como o Pedro e lobo, ha imensa gente a gritar que vem aí o fim do mundo, e nada acontece, mas quando ele mudar ninguem gritará que ele vem aí!

Ramatis, disse que ele viria, os sumérios disseram que ele viria, mas, algum deles disse quando?

Os Mayas dizem que 21 do 12 de 2012, é o fim desta era e que começa outra, mas, disseram quando o NIBIRU chegava?

Só umas perguntinhas a mim próprio, tal como fazia com uma amiga de Lisboa, que muitas tardes falamos sozinhos. Se a biblia diz que ele virá como um ladrão, nao me parece que possa ter datas anunciadas, digo eu em grego, mas, nao esta escrito em nenhum lado, que ele não virá. Então vejamos a execelente recolha feita pelo Blogger Fabio Santos, Brasileiro, no Blog Midea e Profecia, que é apenas e simplesmente um dos melhores trabalhos de recolha isenta sobre as profecias, sem nunca afirmar seja la o que fôr, mas que nos deixa a pensar.

O Nibiru até poderá vir no dia 22 do 12 de 2012, ou poderá vir em meados no proximo ano, senao vejamos algumas outras coisas proféticas, que não faria sentido que ja estivesse o nibiru cá, mas que nao deve estar longe, pois as profecias falaram em guerras, e embora ela esteja mais proxima do que pensamos nós, ainda nao começou, mas... pelo andar da carruagem, estaremos perto.

Vejamos a escalda da coreia do norte e do irão nas armas nucleares, e mais que isso, que poe os USA á beira de um ataque de nervos, a China querer por uma nova moeda internacional com valor no ouro, e nao na especulaçao que a América fez, o que só isso, faria com que o dólar americano nao valesse o papel em que é impresso, e que ja foi motivo de invasao do iraque, mas, não estou a ver o USA a querer fazer guerra com a china abertamente, mas, tendo como motivo a china querer as ilhas do japao, ou outra coisa qualquer, pois se o fizesse directamente, seria denunciar os propósitos, e isso eles nao gostam, que gostam de apregoar a liberdade que nunca tiveram.

Aconselho-vos a ler o blog Midea e profecia, e a consultar toda a recolha la feita, e talvez, depois de consultarem com isenção, talvez não apareça alguém quie vos chame desocupados, ou ingénuos, porque toda a informação que la esta recolhida é de facto uma obra.

Quando passarmos o fim do ano, e chegarmos a 2013, com nibiru, vamos de certeza achar que o mundo conforme esta nao esta bem, e que de facto só haverá uma maneira de a humanidade poder ser feliz, e essa nao passa pela rapida evolução das pessoas, porque nao é praticável, mas sim e apenas com uma mudança que limpe os seres egoistas e maléficos deste planeta, e as pessoas aprendar a dar as maos, em vez de olharem apenas e só para os seus umbigos.

Se nao nos voltarmos a ler, Um bom Natal e que o ano de 2013, seja o da felicidade!

Beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços!

Miro Couto

21 novembro, 2012

Aspirador de almas

 
Nas minhas meditações de Terça Feira á noite, foi.me dado a ver fez ontem oito dias, uma imagem que quem a melhor poderia descrever, foi RAMATIS, quando falou de Hercolobus (planetaX/NIBIRU) ou do planeta chupão que vinha para higienizar o planeta Terra!
 
A Imagem que me passou, foi muito mais dramática que esta que aqui coloquei, e estava em movimento, sugando as almas inferiores, mais atrasadas, mais escuras, para dentro dele a uma velocidade de tornado.
 
Sei que aos olhos de muitos, pareço um alucinado, um crente em coisas que poucos acreditam, mas, quero continuar a acreditar, e a crer que haverá uma grande mudança e estará muito proxima, e como dizem os espiritas, datas só Deus as sabe, se é ou não em Dezembro de 2012, ou em março de 2013, nao interessa, o que interessa é que é visivel cada vez mais a mudança, e os sinais de mudança! Até lá... aguenta-se!
 
Beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços!
 
PS: Achei por bem partilhar connvosco!
 
Miro

30 outubro, 2012

Mais uma para confirmar o que os mayas disseram.






   Já escrevi á muito, que um dia acordariamos e o dolar nao valeria o papel em que é impresso, e neste momento é a china quem esta a andar em frente como outros ja o tentaram mas nao conseguiram, como o Sadam do Iraque e o Kadafi, que queriam outra moeda que não o petrodolar. A china prepara-se para implementar a moeda ouro internacional, e aí, acaba a multiplicaçao do papel que nada vele e que faz com que muitos se encham com nada.

Podem confirmar NESTE ARTIGO, que confirma a ideia que iria haver um colapso económico, em que o dinheiro nada valeria, e ele esta mais proximo que nunca.

Aguardemos as restantes pancadas antes da tribulação maior que ha-de vir.

24 agosto, 2012

Os segredos da Goldman Sachs



São 8, as famílias que controlam toda a riqueza mundial: os Goldman Sach, os Rockefeller, os Lehman e os Kuhn Loeb de Nova York; os Rothschild de Paris e de Londres; os Warburg de Hamburgo; os Lazard de Paris; e os Israel Moses Seif de Roma
---
Para que todos possam compreender exactamente o porquê da crise em que estamos mergulhados, peço a todos os amigos que partilhem este vídeo "até à exaustão" e peçam aos vossos amigos que façam o mesmo. 

 E se pensam que o Goldman Sachs está lá ao longe do outro lado do oceano desenganem-se. Ele está muito perto de nós, está no nosso governo, personificado nesses dois assassinos financeiros, ladrões de gravata, chamados António Borges e Carlos Moedas, pagos a peso de ouro para teatralizarem o papel de croupiers "isentos", quando na realidade estão aqui apenas para "olear" a "máquina viciada". E quem lhes "abre a porta" deve estar também a abrir a conta bancária pessoal.....A presença desses dois espécimenes
tem um único objectivo que não passa pela ajuda na recuperação do país ou pelo seu desenvolvimento. Rios de dinheiro correm nas apostas do Goldman Sachs na derrocada do projecto europeu ( já liderado também ele por gente da espécie) e essa derrocada começou já nos países periféricos e vai, sem dúvida, alastrar-se. 

 Enquanto essa fauna se diverte nesse casino de máquinas viciadas, os povos agonizam....
Espero apenas viver o suficiente para presenciar o dia em que os povos vão "acordar" e perceber que, esse império existe mas sem o trabalho das pessoas comuns ele não é nada e se decidirmos todos, em uníssono, cruzar os braços durante 7 dias, esse império vai desmoronar-se, de um dia para o outro, como um castelo de cartas.
Por:
Sílvia Cardoso Santos

29 junho, 2012

Mais uma confirmação dos mayas!




Mais umas inscrições mayas a confirmar a data do 13º baktun como o fim desta era. Ou seja, dezembro de 2012 é a data da mudança! Nao quer isto dizer que a turbulação venha exactamente nesse dia, pode até vir antes ou depois, mas a mudança ja se exprime de muitas formas. A queda dos impérios estará próxima!

Até lá, que Deus nos guie e ilumine.

Miro Couto

14 junho, 2012

As provas subtis




E dizia eu que estavamos nos testes finais, e logo de seguida as provações aparecem, umas mais subtis, outras menos. As provas que se nos deparam são de facto, algumas delas, subtis, isto porque não denunciam directamente a opção do fazer bem ou mal directamente, mas sim se as nossas acções de uma forma indirecta vão prejudicar alguém.

Imaginemos que eu vendo petroleo e que o quero vender, e por isso vou coloca-lo á venda na bolsa. De seguida começam as licitações do petroleo, mas eu, ganancioso, nao quero que ele seja vendido a preços baixos, e como tenho muito dinheiro, faço propostas de compra mais altas do meu proprio petroleo, atraves de empresas offshore para ninguem perceber que sou eu que estou a fazer subir os preços do petroleo, e só quando ele atinge esses valores é que permito que os outros comprem.

O que eu estaria a fazer é desonesto, mas permitido pela lei dos homens, o que eu estaria a fazser éra condenar muita gente a sacrificios pelo meu prazer de ganhar dinheiro, mas eu estaria a fazer as coisas de forma legal.

Passemos á próxima que é com chamadas de valor acrescentado. Nas televisões, fazem-se jogos de chamadas de valor acrescentado, e, os mais incautos como eu na primeira vez, ligam para lá pensando que o jogo seria sério, mas logo ouço uma maquina a responder-me que nao era a minha vez e me leva 60 centimos mais iva do telefone, ao que eu fulo me pergunto, mas que roubalheira é esta que me leva 60 centimos para em vez de jogar me poe a falar com uma maquina? Resposta de mim para mim, eles roubam á descarada e ainda tem a aprovação de uns politicos cretinos que deveriam por cobro a isso.

Poderia figurar aqui imensas situações que nos poe entre o pensarmos que ganhamos dinheiro sem prejudicarmos os outros, ou, se formos inteligentes e procurarmos as razoes verdadeiras de negocios estranhos, quantos ficam sem dinheiro, e outros se enchem porque é sempre na miséria e no desespero que as pessoas procuram maneiras de sair dos problemas e agem em vez de pensarem que cada acção tem uma reacção, que mais tarde ou mais cedo volta para nós, e que depois nao poderemos perguntar porque será que nos ocorre isto ou aquilo se não fazemos mal a ninguém, porque de facto o fazemos, mas na altura nem queremos saber, queremos é sair da luta em que estamos, da dôr que isso nos provoca, esquecendo que sempre tivemos as coisas quando precisamos delas, pois Deus sempre nos pôs o essencial á frente, venha ele de onde vier.

Acho que vale a pena pensar nisto!

Beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços!

Miro

03 abril, 2012

Testes finais!




Estamos a ser testados até ao limite. Se ate aqui aparecia uma ou outra situação que nos fazia um teste de amor e humanidade, eu diria que estamos num momento que quem nao tem jáum processo mecanico em que decide pelo amor, dificilmente conseguira passar por estas provas tão dificeis, que sao multiplas as situações por dia, que se nos colocam, em que a nossa decisão demosntra aquilo que somos verdadeiramente.

Há ainda pessoas que estão no fio da navalha entre o passar, ou ficar pelo caminho, apesar da compaixão que Deus tem por esses espiritos atrasados. Não é fácil numa sociedade agreste e extremamente rude, gananciosa e com valores morais completamente adulterados, sobreviver de consciencia tranquila de que fizemos o melhor pelo nosso proximo, que fizemos sempre tudo o que estava ao nosso alcance para fazer aos outros aquilo que gostariamos que nos fizessem, e isso implica defender os fracos, denunciar barbaridades, apoiar a solidariedade e demonstrar amor ao proximo. São poucos aqueles que resistem em abdicar de alguma coisa deles proprios para ajudar o proximo. São poucos aqueles que poderemos chamar de verdadeiros amigos, pois conhecidos, esses teremos sempre muitos.

Quando estamos a ser postos a prova, todas as nossas acções irão refletir a nossa evolução moral, e, mesmo quando estamos a trabalhar para alguém, e esse alguém nos "obriga" a sermos desonestos, a sermos crueis com o outros, temos o dever, por muito sacrificio que a seguir possamos passar, de denunciar e nao aceitar fazer aquilo que prejudica outros, ou lhes possa fazer mal. Não chega dizermos que nao fazemos mal a ninguem, e que apenas cumprimos ordens, ao aceitar ordens que façam mal a alguem, somos cumplices, ao aceitarmos leis que fazem mal e mata as pessoas mais indefesas, estamos a ser cumplices, fazemos parte dessa maldade.

Já falta pouco, e muitos de nós, acham que se nao alinharem com esta sociedade errada, sofrem demais, e portanto, preferem alinhar em toda esta sacanice, ou fechar os olhos a ela, mas a pergunta é: Será que nao vamos pagar esse nosso atraso moral, porque nao temos a coragem de dizer basta? de dizer Não? Será que esperamos seguir em frente para um mundo melhor quando pactuamos com imoralidades brutais? Será que esperamos ter paz e felicidade se nao nos importamos com a infelicidade daqueles a quem poderiamos tentar proteger? Não será de pensar na lei natural de acção reacção? Ou seja, aquilo que fazemos de bem ou de mal, ou deixamos de fazer de bem ou de mal nos cairá em cima? Perguntem-se e sejam justos, gostariam de ter ao vosso lado alguem que nas dificuldades foge de vós? ou preferem ter ao vosso lado aqueles que aguentam ao vosso lado as piores provações?

Como disse, ja falta muiuto pouco, mas os dias de festa que aí vem, irão parecer que se afastaram as possibilidades do planeta dar dois coices e mudar, mas será puro engano, e, quando menos esperarem, acontecerá, e quando se vos for perguntado quais foram as vossas escolhas, o que teréis para responder? Quais serão as respostas ao... porque nao ajudaste a amenizar o sofrimento do teu vizinho? Do teu amigo? do teu colega?

As escolhas, fazemos nós porque temos o livre arbitrio, escolher bem ou escolher mal, depende da nossa evolução moral, e, como sabemos, todos somos espiritos em evolução, uns mais adiantados outros mais atrasados, mesmo aqueles que se consideram maus, um dia serão bons, e o que os separa disso, acreditem, é muito sofrimento, porque depois de sofrerem as amarguras que fazem sofrer aos outros, aprendem e nao quererão voltar a senti-las na pele, e a isso, chamamos evolução. e um dia, estarão aos mesmo nivel que aqueles que ja por la passaram, e tem prazer em ajudar e fazer bem.

Pensem por vós, e aceitem a vossa posição como a que neste momento ainda estais ligados, se por acaso sentis que poderias estar mais moralizados, entao nao percam tempo e doai-vos aos outros, que é o mesmo que doar-vos ao Pai, a Deus!

beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços

Miro Couto

BANCOS, OS VAMPIROS DO POVO!



EXPLICA-ME COMO SE EU FOSSE MUITO BURRO..

QUE É O BCE? - O BCE é o banco central dos Estados da UE que pertencem à zona euro, como é o caso de Portugal.

E DONDE VEIO O DINHEIRO DO BCE? - O dinheiro do BCE, ou seja o capital social, é dinheiro de nós todos, cidadãos da UE, na proporção da riqueza de cada país. Assim, à Alemanha correspondeu 20% do total. Os 17 países da UE que aderiram ao euro entraram no conjunto com 70% do capital social e os restantes 10 dos 27 Estados da UE contribuíram com 30%.

E É MUITO, ESSE DINHEIRO? - O capital social era 5,8 mil milhões de euros, mas no fim do ano passado foi decidido fazer o 1º aumento de capital desde que há cerca de 12 anos o BCE foi criado, em três fases. No fim de 2010, no fim de 2011 e no fim de 2012 até elevar a 10,6 mil milhões o capital do banco.

ENTÃO, SE O BCE É O BANCO DESTES ESTADOS PODE EMPRESTAR DINHEIRO A PORTUGAL, OU NÃO? COMO QUALQUER BANCO PODE EMPRESTAR DINHEIRO A UM OU OUTRO DOS SEUS ACCIONISTAS ? - Não, não pode.

PORQUÊ?! - Porquê? Porque... porque, bem... são as regras.

ENTÃO, A QUEM PODE O BCE EMPRESTAR DINHEIRO? - A outros bancos, a bancos alemães, bancos franceses ou portugueses.

AH PERCEBO, ENTÂO PORTUGAL, OU A ALEMANHA, QUANDO PRECISA DE DINHEIRO EMPRESTADO NÃO VAI AO BCE, VAI AOS OUTROS BANCOS QUE POR SUA VEZ VÃO AO BCE. - Pois.

MAS PARA QUÊ COMPLICAR? NÂO ERA MELHOR PORTUGAL OU A GRÉCIA OU A ALEMANHA IREM DIRECTAMENTE AO BCE? - Bom... sim... quer dizer... em certo sentido... mas assim os banqueiros não ganhavam nada nesse negócio!

AGORA NÃO PERCEBI!!.. - Sim, os bancos precisam de ganhar alguma coisinha. O BCE de Maio a Dezembro de 2010 emprestou cerca de 72 mil milhões de euros a países do euro, a chamada dívida soberana, através de um conjunto de bancos, a 1%, e esse conjunto de bancos emprestaram ao Estado português e a outros Estados a 6 ou 7%.

MAS ISSO ASSIM É UM "NEGÓCIO DA CHINA"! SÓ PARA IREM A BRUXELAS BUSCAR O DINHEIRO! - Não têm sequer de se deslocar a Bruxelas. A sede do BCE é na Alemanha, em Frankfurt. Neste exemplo, ganharam com o empréstimo a Portugal uns 3 ou 4 mil milhões de euros.

ISSO É UM VERDADEIRO ROUBO... COM ESSE DINHEIRO ESCUSAVA-SE ATÉ DE CORTAR NAS PENSÕES, NO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO OU DE NOS TIRAREM PARTE DO 13º MÊS. As pessoas têm de perceber que os bancos têm de ganhar bem, senão como é que podiam pagar os dividendos aos accionistas e aqueles ordenados aos administradores que são gente muito especializada.

MAS QUEM É QUE MANDA NO BCE E PERMITE UM ESCÂNDALO DESTES? - Mandam os governos dos países da zona euro. A Alemanha em primeiro lugar que é o país mais rico, a França, Portugal e os outros países.

ENTÃO, OS GOVERNOS DÃO O NOSSO DINHEIRO AO BCE PARA ELES EMPRESTAREM AOS BANCOS A 1%, PARA DEPOIS ESTES EMPRESTAREM A 5 E A 7% AOS GOVERNOS QUE SÃO DONOS DO BCE? - Bom, não é bem assim. Como a Alemanha é rica e pode pagar bem as dívidas, os bancos levam só uns 3%. A nós ou à Grécia ou à Irlanda que estamos de corda na garganta e a quem é mais arriscado emprestar, é que levam juros a 6, a 7% ou mais.

ENTÃO NÓS SOMOS OS DONOS DO DINHEIRO E NÃO PODEMOS PEDIR AO NOSSO PRÓPRIO BANCO!... - Nós, qual nós?! O país, Portugal ou a Alemanha, não é só composto por gente vulgar como nós. Não se queira comparar um borra-botas qualquer que ganha 400 ou 600 euros por mês ou um calaceiro que anda para aí desempregado, com um grande accionista que recebe 5 ou 10 milhões de dividendos por ano, ou com um administrador duma grande empresa ou de um banco que ganha, com os prémios a que tem direito, uns 50, 100, ou 200 mil euros por mês. Não se pode comparar.

MAS, E OS NOSSOS GOVERNOS ACEITAM UMA COISA DESSAS? - Os nossos Governos... Por um lado, são, na maior parte, amigos dos banqueiros ou estão à espera dos seus favores, de um empregozito razoável quando lhes faltarem os votos.

MAS ENTÃO ELES NÃO ESTÃO LÁ ELEITOS POR NÓS? - Em certo sentido, sim, é claro, mas depois... quem tem a massa é quem manda. É o que se vê nesta actual crise mundial, a maior de há um século, para cá. Essa coisa a que chamam sistema financeiro transformou o mundo da finança num casino mundial, como os casinos nunca tinham visto nem suspeitavam, e levou os EUA e a Europa à beira da ruína. É claro, essas pessoas importantes levaram o dinheiro para casa e deixaram a gente como nós, que tinha metido o dinheiro nos bancos e nos fundos, a ver navios. Os governos, então, nos EUA e na Europa, para evitar a ruína dos bancos tiveram de repor o dinheiro.

E ONDE O FORAM BUSCAR? - Onde havia de ser!? Aos impostos, aos ordenados, às pensões. De onde havia de vir o dinheiro do Estado?...

MAS METERAM OS RESPONSÁVEIS NA CADEIA? - Na cadeia? Que disparate! Então, se eles é que fizeram a coisa, engenharias financeiras sofisticadíssimas, só eles é que sabem aplicar o remédio, só eles é que podem arrumar a casa. É claro que alguns mais comprometidos, como Raymond McDaniel, que era o presidente da Moody's, uma dessas agências de rating que classificaram a credibilidade de Portugal para pagar a dívida como lixo e atiraram com o país ao tapete, foram... passados à reforma. Como McDaniel é uma pessoa importante, levou uma indemnização de 10 milhões de dólares a que tinha direito.

E ENTÃO COMO É? COMEMOS E CALAMOS? Isso já não é comigo, eu só estou a explicar...
(copiado de Bruno Cadinha)