29 setembro, 2008

Esoterismos ou confirmaçoes da realidade?




Estava eu a arrumar fotos antigas quando de repente me salta uma imagem impercetivel numa delas indentica a uma outra que ja ca tinha metido. Analizem e depois digam-me alguma coisa.
Á primeira vista parece apenas fumo, mas não, são mesmo formas humanas, ou seja perespiritos, que estavam presentes, e que foram apanhados. Vale a pena cuscar bem na primeira foto porque la estão vários, e na segunda se estivesse a foto toda também se veria mais, embora menos percetivel que na primeira.

Já agora vale a pena pensar nisso!

Beijos a quem é de beijos

Miro

Porque sofremos?



A maioria das vezes porque criamos expectativas em relação ás coisas e ás pessoas, e quando essas expectativas se frustram, inicia-se um processo de dor imensa, que enquanto não nos libertamos dessa expectativa, não conseguimos ir em frente, e ficar em paz.

Ora sabendo que é criando expectativas, e o não acontecimento delas que nos cria dor, provavelmente a melhor maneira de não sofrermos é pensarmos que tudo o que temos em determinado momento, é o máximo que podemos ter, e se acharmos que isso é uma realização apesar das agruras porque passamos em relação ao que já tivemos, ou em relação ao meio que nos rodeia, não desenhamos na nossa mente expectativas superiores as realizações, e então entramos num clima de serenidade, e menos sofrimento, apesar da responsabilidade moral que pode estar adjacente.

Enquanto pensarmos que não conseguimos o que pretendíamos, e se mantivermos esse objectivo, mantemos o nosso sofrimento, quando desligamos e deixamos simplesmente acontecer, nessa altura, é o inicio do não sofrimento, do auto conhecimento, da capacidade de aceitação, e portanto, continuar a andar em frente, agarrando as oportunidades, mas sem criar objectivos para além dos que acontecem naturalmente.

Poderá dizer-se que o sonho comanda a vida, e eu aceito que sim, quem não sonha não avança, mas entre o sonhar, e o realizar em tempo relativamente curto, pode ser a distancia que nos provoca a dor, pois a ansiedade de conseguir o objectivo sonhado é que nos cria o sofrimento.

Aceitando o que nos acontece, apesar de pensarmos que é uma injustiça, apesar de sabermos que houve manipulações, maldades, etc e tal, é o primeiro caminho para deixar-mos a revolta contra quem mal nos fez, desligarmos e deixarmos de sofrer.

Impediram-nos de ter uma vida serena e farta? Paciência! Continuemos em frente e se seguirmos o nosso caminho, não entraremos em sofrimento, pois deixamos de criar expectativas, e mesmo sabendo que a nossa capacidade é superior, e que sabemos mais que muitos que até tem sorte e estão relativamente bem, e por isso nos sentimos diminuídos por não estarmos melhores do que estamos, quando tantos que menos conhecimento e menos capacidades tem do que nós estão no auge.

Deixemos de pensar assim, deixemos de pensar que somos vitimas dos outros, e passemos a ser vencedores em vez de vitimas, por termos posturas dignas e amorosas, e pensarmos que sim, que somos melhores, e não recorremos a meios indignos para atingir os nossos sonhos, que não sabemos usar as pessoas e amar as coisas, e que decididamente queremos continuar o nosso caminho de Luz e Amor em detrimento de uma felicidade aparente, que não tem bases de sustentação.

Uma beijoca pa tu. Sim é para tu!

Miro

25 setembro, 2008

Estou espantado

De vez em quando vou cuscar o youtube e ver como andam as visitas, hoje para meu espanto ou não, reparei que o Adeus tristesa tinha ultrapassado as 10.000visitas, e que ainda a uns meses atras, estava distanciado a 3000 do "mulheres".
Porque será que uma canção tão forte como esta esta em crescendo tão rápido? sabem?
Quanto a mim é esclarecedor, e pensando nos tempos em que vivemos, todos necessitamos de dizer adeus á tristesa de vez, e por isso, nestes momentos de angústia geral, só nos resta ter a fé necessária, e dizer mesmo adeus á tristeza e andar em frente sorrindo, e aceitando o que a vida nos reserva.




Uma beijoca a quem é de beijocas, e um abração a quem é de abrações.

Miro

22 setembro, 2008

Mais um Jantar a beber a isso


Desta vez, foi na companhia dos dois, e a preceito, com as respectivas caipirinhas de aperitivo, e ... toca a beber a isso.

Matei saudades tuas morcego, e, espero que um dia destes estejemos todos em pleno, cheios de felicidade.


Beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços.

Miro

19 setembro, 2008

A coragem

Sabemos que há cobras de todo o tipo, sabemos também que elas normalmente atacam os mais indefesos, mas até os mais indefesos quando ganham coragem são capazes de enfrentar as cobras da vida.

Este video é fantástico, porque demonstra isso mesmo.


video

Beijos a quem é de beijos

Miro

17 setembro, 2008

Recomeçar, recomeçar, recomeçar e renascer.

Este video ja é antigo e feito em condiçoes fatelas, demonstra pela letra o que sinto neste momento.

.-.-.-.-.-.-.-.-..-----

Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa

mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não

.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.----

É do Manuel Alegre.. e so coloquei as duas ultimas quadras.

Enjoi this... FENIX!



video

16 setembro, 2008

E de uma foto tirada no mesmo dia da de cima nasceu um quadro


O quadro que seria para mim e que nunca chegou as minhas mãos.
Alguém vai pagar com juros e correcção monetária.. ;)

Ai Cavaca!

Beijos a quem é de beijos

Miro

15 setembro, 2008

Alguem me disse...

Alguém me disse que me via agora como num campo de margaridas... e me enviou a foto que ela achava que representava o que disse... e eu, encontrei uma foto que representa melhor o que estou a sentir... a essa pessoa so posso dizer ... grazzie, a domani, bacci.


mas eu achei esta mais em conformidade



Dois lindos sorrisos... e inseparaveis... o que quer dizer... só Deus sabe, o que sinto... só eu e Deus sabemos.

Mas agradeço do coraçao a quem me disse isso... e ... auguri per te.

beijos a quem é de beijos

Miro

11 setembro, 2008

Armei-me e escafedi-me

Alterei a imagem do blog, e tungas, escafedi os imensos links que cá tinha, agora é de aguenta e devagar la se chegara. Se me esquecer de alguem, assobie com força e deixe aqui o link para depois colocar no devido lugar que isto de apanhar tudo demora.

Beijos a quem é de beijos

Miro

PS: a imagem foi tirada no dia do meu aniversário, quando vinha de Viana do Castelo para o porto, já lá vao uns anitos largos, mas é uma imagem que nunca vou esquecer, pois a mensagem que me transmitia é que.. fénix. Ainda não aconteceu, mas espero que já esteja breve.

Pois... é 11 de setembro, será que foi o Bin Laden? rais parta isto! lol

10 setembro, 2008

Mais um artigo sobre as crianças Indigo e cristal





Como me farto de dizer, os indigos vieram primeiro para preparar o terreno as crianças de cristal, por forma a que eles fossem mais fácilmente aceites na sociedade, sem serem conotados como eu muitas vezes fui e sou, de louco, de ter a mania que ate sinto umas coisas, que curo com as maos, etc e tal.

É bom saber que a missão nao é fácil, pois só com coragem de aço se combate uma sociedade decadente em valores, e só com muita abnegação se aguenta as agruras da vida sem seguir por caminhos fáceis para obter estabilidade, dando exemplos reais aos que nos rodeiam que mesmo perdendo tudo, mantemos a nossa integridade moral, e conseguimos nao perder a dignidade, mesmo em situaçoes de limite de sobrevivencia.

Ao mesmo tempo, cabe-nos por á prova o meio que nos rodeia (esta é a parte mais díficil) para que as pessoas se revelem em solidariedade, em amor, em amizade, em companheirismo entre outras coisas, e por isso, muitas vezes temos de estar em situaçoes monetárias dificeis para que aqueles a quem foi dado muito, se possam revelar e poderem estar ao lado dos voluntarios do sofrimento, se bem que... esgota, deprime, rasga o peito, e desmoraliza imenso estar em permanente situaçao de má subsistencia.

O tempo esta a acabar para quem tem de se revelar, para muitos já findou, já nem pelos seus pés podem sair do fosso que criaram, e esses, paciencia, ficam para tras, alguns.. ainda podem com esforço mudar as suas posturas e a sua vida, mas ... só pelos seus pés, e já sem a ajuda que tiveram no passado, com energia dada do coraçao, com a força daqueles que prometeram ajudar, o que é mais duro, mas não tem outra maneira de se encorajarem e se revelarem.

Posto isto, acho que devem ler um pouco mais este artigo, e perceberem que afinal, o caminho da evoluçao está aí para todos, nós apenas temos o livre arbitrio na espiritualidade, de escolher as provas, e de na vida carnal, escolher entre o certo e o errado, entre fazer bem ou fazer mal, e para isso naturalmente as pessoas que nos poeem a prova, sao postas a nossa frente, e quando pedimos a pessoa certa para a nossa vida, esquecemo-nos de dizer que seja a pessoa certa nesta vida para sermos felizes nesta vida, e como tal, as pessoas certas sao sempre aquelas a quem ou temos de ajudar, ou teremos de resgatar dividas antigas, ou a quem fizemos promessas de ajuda antes de encarnarmos.

O tempo está no limite, e quem esta está, quem agarra agarra, quem nao está e quem não agarra, enfim... não podera acompanhar a evoluçao deste planeta e ficará pelo caminho, e por pena minha (não por poder morrer, mas porque desperdiçaram uma encarnaçao), terão de seguir para outro planeta onde possam dar continuidade a sua marcha evoluitiva.

Tudo o resto é ilusório, é uma passagem breve, e a Deus, só importa que nos elevemos, que sejamos pessoas melhores, com mais luz e com mais amor, tudo o resto são adereços e acessórios que podem servir para andarmos em frente, ou ficarmos parados no tempo.

Já agora vale a pena pensar nisto..

beijos a quem é de beijos

Miro

Podem e devem ler isto tb

09 setembro, 2008

Porque raio...




Porque raio…

Falo com muitas pessoas
E dentro da maioria paira uma dor
Uma dor não igual, não semelhante
Mas uma dor que é sempre irritante

Dou palavras de alento e de amor
Ouço as suas palavras com choro
A chama que as corrói com ardor
Das mentiras sucessivas e em coro

Olho nos olhos delas e vejo luz
Pessoas simples e de bom coração
Que se deram a alguém que não traduz
O sentimento posto com tanta emoção

Mas porque raio terá de assim ser
Porque nos damos e teremos de sofrer
Se na nossa postura so pensamos
Na entrega e no amor que damos?

Porque se mente tanto hoje em dia?
Será que a verdade que antes fluía
Passou a não ser moda de momento
Deixou de ser verdade o sentimento?

Vale tudo a qualquer preço
Ou há motivos maiores
Para sermos sofredores
Quando paz eu só peço

Assim, pensando a razão
Da nossa vinda carnal
Perceberemos então
Que o nosso sofrimento afinal
Tem mais razoes escondidas
E nós escolhemos vida tal
Para ajudar almas perdidas
A subir na sua condição moral

Mas eles perdidamente ilusórios
Agarrando-se a conveniência
Ficam como suspensórios
E não querem ver a evidencia

Depois perdido o tempo
Que tiveram para escolher
Ficam esvaiados em lamento
Semeiam terão de colher.
E fomos nós voluntários
Escolhemos sofrer por assim
Estar ao lado, e como agrários
Lavrando tempo sem fim

Para que possam ultrapassar
As provas contra a matéria
Sofremos, e é razão séria
Por amor antepassado
De quem estamos ao lado
Mesmo em plena miséria

Deixo o meu testemunho
A ti e todos que choram
Que a nobreza e o cunho
Das acções que se elaboram
São de facto crescimento
São a luz, a força moral
Da escola sideral
Onde cresce o sentimento

Dedicado a todas as amigas e amigos que passam por isto… mas em especial a alguém de muita luz que tem o coração em pedaços, mas cheia de estrelas cadentes, e aqueles e aquelas que não conseguem dar o salto pelo amor, para que pensem no quanto teem pessoas como esta amiga, que voluntária se ofereceu sem saber agora, para ajudar ás vezes quem nós pensamos que não merece, e que tanto sofre por isso.
Como sempre disse, estou aqui, e há duas canções que dedico… uma encosta-te a mim, e a cabecinha no ombro, porque é disso que se trata, teres aqui um ombro que esta sempre disponível para almas limpas e boas como a tua.

Beijos a quem é de beijos

Miro

PS: Como escrevi uma vez num cabeçalho de um blog… quando souber a razão da minha existência, sei que o meu rumo esta certo.

08 setembro, 2008

Missoes de amor com muita dor




Que raio de percurso que fazemos
Ao andar a rebocar sempre alguém
Que por mais amor que lhes demos
Perdem-se para sempre no além

Abdicamos de nós em função deles
Tiramos da boca o pão que alma dá
Entregamos a alma a seres mais reles
Pensando que um dia chegam lá

Ó esforço estonteante e amoroso
Que sai do peito com fervor
Entregamo-nos de amor fervoroso
Como mandam as regras do criador

E depois? Depois é ver o desgaste
A dor que nos mastiga o interior
Que nos deixa como um traste
Que nos corrói, com tanta dor

Mas que sublime atitude é
Aquela de ajudar as outras almas
Tentar que elas saiam pelo seu pé
E vençam as sua provas nas calmas

Mas a maioria não consegue
E deixa-se levar pela ilusão
E só o dinheiro os persegue
Pois é para eles única paixão

O TER na sua forma mais pobre
Sem nunca querer SER só por amor
Deixa essas almas com sentido a podre
E faz de nós pessoas cheias de dor

Mas se nossa vida é nobre, mas sofrida
Daquilo que nos damos, sem pudor
Vale a pena pensar que nesta vida
Demos quanto tínhamos com amor

E que Deus pai nos observa
E vê tudo quanto nós passamos
E um dia teremos sem reserva
O amor daqueles que amamos.

Depois de uma conversa…

01 setembro, 2008

Uma sardinhada em que sou convidado na minha casa

Ás vezes os meus amigos são mesmo assim, e combinaram fazer uma sardinhada e convidaram-me na minha própria casa.
Não é bom saber que os amigos sabem que a minha casa é a casa deles?

Aqui vai...



Não fiquem com inveja, um dia destes estaremos todos juntos.

beijos a quem é de beijos

Miro