17 junho, 2008

Os meus olhos nos teus olhos

Sei que me vieste aqui ver, mas será que és capaz de me olhar nos olhos e dizer o que pensas?





Olha-me nos olhos e diz-me o que de facto me queres dizer... se não tens nada a dizer...
Que os meus olhos te digam o que deves saber!

beijos a quem é de beijos, e abraços a quem é de abraços!

Miro


PS: Os sintomas que estamos a ter, continuam a ser bem descritos por esta escritora, a Karen!

3 comentários:

Shootingstar disse...

Humm, bom post, dá que pensar...

Bem, não nos conhecemos mas creio que já me posso atrever a fazer umas considerações...

Homem com H grande, com os seus ideais no lugar certo e valores muito acima do resto da sociedade. Escreve com o coração nos dedos e parece ser um amigo 5 estrelas, pois mesmo a uma desconhecida como eu, já deu muito apoio e incentivo e tem empre uma palavra amiga para dar. Ah, falta referir a voz ESPECTACULAR que tive o prazer de descobrir no youtube:)))

Parabéns por seres quem és e como és! Não te percas!!!

Bjinhos*

Anónimo disse...

Vais ver que ainda muita coisa vai acontecer :D


Beijinhos,
Ana Gabriel

Avelino disse...

Bem... muito me foi dito em privado, mas muito me foi dito em silencio, mas o que fica registado, é que o que me dizem serve sempre para exigir mais de mim, e tentar sempre ser melhor do que sou, e servir-me do que me dizem, sejam elogios ou criticas, para andar em frente, e nos elogios, cada vez mais fazer por os merecer, e nas criticas, limar as arestas que ainda faltam limar, para que nem por achar que essas pessoas não tenham razão, elas possam ver motivos para a razão que não teem.
Obrigado a todos.. até aos do silencio...

beijos a quem é de beijos e abraços a quem é de abraços.

miro