17 novembro, 2010

Profissões Nobres




Este assunto, é um assunto delicado, mas, porque de vez em quando ouço umas coisas que não gosto, evem ao de cima aquele lado irrequieto e revolucionário, que me faz ficar de cabelos e bicos em pé.

Porfissões nobres:

Primeira de todas: Agricultor

E porquê?

Bem, se nao tivermos quem produza alimentos não comemos, e se não comermos, não adianta pensar em fazer mais nada porque morreríamos. Da agricultura saem os produtos para a nossa alimentação e para o nosso vestuário. Sem eles, andariamos na idade da pedra a vestir peles de animais.

Segundas: Tecelões, Sapateiros, carpinteiros, marceneiros, trolhas, pintores, canalizadores, electrecistas, serralheiros, forjadores, etc e tal.

Porquê?

Não teríamos agasalhos, sapatos para nos proteger os pés, uma casa onde viver, moveis para o nosso conforto, agua na torneira, etc. etc.

Terceiras: Médicos, enfermeiros.

Porquê?

Depois de podermos comer, vestir, calçar e ter conforto, a seguinte é quem nos alivie das dores, quem nos cure das maleitas e sofrimentos.

A seguir, e pela sociedade em que vivemos, tremos montes de profissões que sem elas, o aumento da qualidade de vida nao seria possivel, tais como pessoas que se dedicam a limpar a porcaria que alguns senhores fazem, mecanicos que poem as maquinas a funcionar e que sem elas a grande maioria nao conseguiria sobreviver, e não meto os medicos a seguir a estas, porque antigamente, os que faziam juramento de hipocrates e o seguiam religiosamente, sem estar a pensar em engordar contas chorudas nos bancos a custa do sofrimento dos outros, e se deslocavam a cavalo, fosse em que altura fosse para ajudar e amenizar o sofrimento dos seus semelhantes, e por isso eram nobres, o que de facto a grande maioria hoje nao é.

Seguintes:

Aqueles que vivem á custa dos que produzem alguma coisa, que apenas se limitam a cobrar aqueles que transformam, criam, produzem tudo o que consumimos, porque se armaram em senhores altivos, dizendo que são melhores por terem uma licenciatura, e portanto tratam com desdem, aqueles que com humildade os servem, e ás vezes mesmo espesinhados, calam e deixam-se vergar, por energumeros que pensam que sao gente, só porque tem uma licenciatura.
Muitos há que intimidam, berram e tentam dominar aqueles que os rodeiam, pelo medo que tem de que eles se apercebam da inutilidade das funções que exercem.

Claro que não vou falar de todas as profissões, pelo que ja deixei as mais nobres em primeiro lugar, mas não queria deixar de falar nas menos nobres, e por ultimo aqui fica:

Politicos:

São aqueles que deveriam taratar do bem comum, de resolver os problemas comuns das organizações a que presidem, mas pela maneira que tratam as coisas, e não é de agora, já vem uns séculos atras, apenas servem para viverem a custa de todos os outros, mesmo daqueles que so sabem roubar comissoes ao suor daqueles que produziram alguma coisa. Ou seja, são aqueles mais despreziveis, aqueles que se apoderam dos bens publicos para seu benefício próprio, enganando a prol a seu proveito, mentindo, burlando, em suma, servindo-se dos cargos para que foram eleitos para criarem fortunas, que nunca poderiam sair do seu trabalho, mas que ninguem tem a coragem de os confrontar, porque a grande maioria está á espera das sobras que eles dão, pelo silencio que perpetuam. Ou seja, vendidos por pouco, mas vendidos.

Ja agora vale a pena pensar nisto.

Sou quem sabes maria alice.

6 comentários:

Luis Miguel Silva disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Amélia Pacheco disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
acbelix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudia Ka disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
M. Mabeuf disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
acbelix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.