31 maio, 2006

Idealista

Todas as pessoas que me conhecem teem tendencia para me chamar de idealista, e de sonhador.
Bem sei que a maioria das vezes está tudo a ruir a minha volta, e eu mantenho sempre uma postura calma exterior, que parece que nada me afecta, e que nada me corrói, no entanto, é muitas vezes por ter fé, e acreditar nas coisas que elas acontecem um dia, e que mais tarde ou mais cedo nos fazem estar melhores do que até então.
Desde muito novo que acreditei nas pessoas até prova em contrário, que achei sempre que dentro de uma pessoa rude e bruta, haveria algo que se poderia colher de bom, e que toda a gente consegue mudar para melhor nem que seja pelo sofriemento.
É claro que como idealista, sempre sonhei que um dia ia ter uma casa (consegui) ter uma familia e ter filhos (consegui) ter uma companheira que partilhasse tudo comigo, os bons os maus e os péssimos momentos, sempre com cordialidade, sempre com amor, sempre com a respectiva tolerancia e paz, e aqui é que a porca torce o rabo, não consegui!
Sempre procurei encontrar alguém que fosse a minha metade, e que fosse a pessoa que desse continuidade a tudo o que eu pudesse iniciar, pois tal seria a afinidade que teria com essa pessoa, supostamente seria a pessoa certa, que como por telepatia eu lhe transmitisse os meus pensamentos, e, um dia encontrei, só que, há sempre o se, eu iria passar por problemas graves, e essa pessoa, nao tinha a vida resolvida por forma a que eu passando pelos problemas que passei, se aguentasse e pudesse estar calma e serena, sem haver a preocupação que aconteceu comigo, de nao ter dinheiro para comer.
Hoje apesar de tudo, continuo a acreditar no amor, a acrditar que algures temos a pessoa certa, a pessoa que entra em nós e, sendo para nós especial, somos também especial para ela, e portanto, nada, mas mesmo nada interfere com essa suposta felicidade, e com essa situação de constante troca de amor e carinhos, que fizesse com que, fosse insubstituível a relacção, e que se chegasse ao fim deste percurso, e se olhasse para tras, e pudessemos dizer, eu tive alguém que esteve comigo sempre, que nunca me pensou em enganar, que nunca me triu, e que sempre esteve a meu lado, porque nao havia espaço para mais ninguém.
É claro que isto não é uma utopia, e é claro que temos muitas referencias de casais, que em alguns casos, quando um parte pra o outro lado da vida, ou outro nao o consegue abandonar, e segue-o imediatamente.
É claro que isto é amor, é claro que isto é muito romantismo, é claro que isto é muita dignidade e muita seriedade, e é claro que isto é, o mais importante da vida, porque em situações tão dificeis como as que eu ja passei, foi o amor da família e o amor dos amigos, que me ajudou a ultrapassar os problemas, e, é claro, que no caso de uma familia, deve ser sempre o par a estar presente, nao abandonando o companheiro, nem deixar dúvidas do amor que sente pela sua metade.
Sou idealista, porque acho que todos devemos ter isso, porque todos devemos encontrar as pessoas certas que nos encham a alma, que sejam tão belas aos nossos olhos, que o mais perfeito manequim a seu lado, nao consiga ter luz que chame a atenção!
É claro que como sou idealista, e optimista, eu sorrio mesmo quando só me falta o céu cair em cima (vidé astérix e óbelix) porque acho que somos nós com o nosso sorriso, com a nossa fé e com o nosso amor, que faremos com que este planeta um dia sorria para nós da mesma forma que sorrimos para ele, sou idealista porque acredito no amor, e porque não quero deixar de acreditar que as pessoas, todas elas, se tiverem vontade, podem amar, e podem ser amadas, a força desse amor, depende exactamente da dadiva, porque só dando é que poderemos receber!

Sou ideialista, porque quero que um dia, não haja maldade no mundo, nem preconceitos, nem fome, nem dôr, nem maldade, nem hipocrisia, nem gente a sorrir para nós, para se servir de nós, e não para nos servir!

Beijos a quem é de beijos, e abraços a quem é de abraços!

Miro

5 comentários:

Feituxas disse...

Mano, e já somos dois a ser acusados de idealistas e sonhadores, mas sabes, isso deve ser porque os acusadores não conseguem ver a vida como nós a vemos. São os tais que ao olharem uma vidraça, não conseguem vislumbrar a magnífica paisagem que se vê através dela porque não conseguem desviar o olhar da cagadela da mosca que se emcontra lá, bem em cima... quaze escondida no cantinho. Isto não é um insulto para os vidrados na cagadela é só uma chamada de atenção para os que não acreditam que a vida nos responde tal qual nós a chamamos. E, mesmo quando por momentos sentimos que Ela não responde ao nosso chamado, depressa "descobrimos" que afinal só temos que mudar de direcção, mesmo que isso nos leve a precorrer uma caminho mais longo. E mais não digo, porque como sabes, mano, havia muito a dizer :)

Estamos com saudades tuas . Beijos

acbelix disse...

Só mesmo tu!
É claro que há sempre poucas pessoas a entender o que eu digo, porque poucas pessoas passaram pelo que nos ja passamos, e, é mesmo por aí, e talvez isso venha confirmar que só podemos mesmo atingir um dia a aperfeição, quando soubermos mesmo tudo.
Eu cá sou idealista e quero morrer idealista, porque como diz o poema, o sonho comanda a vida, e sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança, como bola colorida entre as maos de uma criança!

Beijos
Tb estou com saudades bossas!

Miro

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

What a great site, how do you build such a cool site, its excellent.
»

Anónimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»