03 maio, 2008

Nadar no Douro em cuecas





Quantas vezes, em dias de calor forte, eu dizia quando passava por este local, que se não fosse atentado ao pudor, porque nao trago fato de banho sempre comigo, ia nadar em cuecas, e dar um mergulho para refrescar.

Esta madrugada, pelas 3 e qualquer coisa, estava eu no bar onde normalmente deito fora umas cançoes, e entra um miúdo aflito, a pedir uma corda para salvar um outro miíudo que se estava a afogar em frente.

Mal o miúdo disse aquilo, saltei do meu lugar e fui a correr, e quase atropelado por um carro que passava, e mal cheguei a margem do rio, e vi o miúdo a ir ao fundo, toca a tirar a roupa, e lá me meti na agua em cuecas para o tirar.

Já dentro de agua, a tentar segura-lo, sinto alguém a mergulhar e a vir ter comigo (um grande abraço ao Leandro que teve tomates para dar mergulho de cabeça naquele sitio perigoso) para me ajudar, a puxar o miudo para cima e a po-lo a salvo, mas na altura não reparei quem era, e só depois quando me tentava vestir, que aquilo de estar em cuecas a frente de senhoras, ainda virava notícia de atentado ao pudor, e de tal forma que mal chegou o INEM e a polícia, e quando me começam a pedir os dados, perguntei logo se nao éra para me prender por atentado ao pudor.

Enfim, depois de esfolado os pés (pareço um velho a andar) e de esfolar um joelho, arranhar um braço etc e tal, la vltei a estar decente, e la fui, com as cuecas encharcadas. que deu origem as calças molhadas (quem visse deveria dizer que me mijei), para o tal bar, tomar algo quente, pois a agua apesar de não estar fria, o contacto com o miudo, fez-me sentir as emoçoes que ele sentia.

Resumindo a cena... tantas vezes me apeteceu dar um mergulho em cuecas para me refrescar, que, foi preciso estar um miúdo quase a morrer afogado para que eu desse um mergulho naquelas aguas, sem ser acusado de atentado ao pudor.

As vezes as coisas acontcem quando menos esperamos, mas não deixa de ser caricato.

O miúdo safou-se, e isso é que é importante.

beijos a quem é de beijos

miro

5 comentários:

Luís disse...

Grande Mongo! Foste um herói sem duvida. Mais um minuto e o miudo lá se ia. Um bem haja por seres como és.
Abraço
Luís

Anónimo disse...

Talvez um dia comecem a vislumbrar a pontinha do véu de quem és. Apenas basta olhar com olhos de ver ;)

Beijo.
Ana Gabriel

Shootingstar disse...

Parabéns por essa grande atitude!!! Um verdadeiro herói!!!

Já aqui não passava há uns tempos, mas hoje venho especialmente para (uma vez mais) te dar os parabéns pela excelente voz!!!

Passo a explicar: estava eu no youtube à procura da canção "adeus tristeza" quando clico num vídeo e fico logo a pensar... "mas, mas... mas eu conheço esta cara!" Adivinha quem era!!!

Muitos parabéns pela extraordinária voz. Já tinha ouvido num vídeo aqui do blog, mas aquele do youtube está com mais qualidade e dá realmente para apreciar bem a canção... acredita que fiquei com lagriminha no olho, até mesmo porque aquela canção também me toca muito.

Assim parabéns pelas duas coisas: o salvamento e a voz!!! Um gd beijo!;)

Anónimo disse...

Só lá faltava eu e a minha máquina fotográfica!
Ehehehehe :P
São as atitudes e comportamentos que mostram a pessoa que somos!
É em cuecas????
É em cuecas!
Ganda Miro!!!
Bjoca GRANDE meu salvador de aflitos e afogados!
É como tu dizes, graças a Deus o miudo está bem! :)

Bjitos
carla



P.S. Hummmm,já agora, de que cor eram as cuecas?
:)))))))))))))))))))))

acbelix disse...

Carla do besnico:

AS CUECAS ERAM VERDES ESPERANÇA! LOL
NÂO ERA FIO DETUÇA!

:P
beijos