06 dezembro, 2005

Porque será?

Quando me ligo as pessoas e me torno amigo delas, a minha tendencia e para tolerar imenso as suas atitudes, e tentar sempre perceber o outro lado do mau humor delas, que como sabemos pode ter variadissimas razões. Como é obvio, o tolerar varias vezes nao quer dizer sempre, e, vou normalmente dizendo que apesar de parecer que me estou a humilhar, e a rebaixar a essas pessoas, apenas estou a tentar que a paz reine entre nós, e a ver se consigo que com moderação as pessoas sejam capazes de perceber que gosto delas, que vou aceitando as pressões e as mas vontades, mas, como diz o brasileiro, o saco fica cheio, e aí rebenta, e quando rebenta, e so apanhar os pedaços porque ja nao ha nada a fazer. Muitas pessoas que ja se ligaram a mim, e algumas ainda hoje minhas amigas, tiveram de perceber um dia, que podem usar, mas nao podem abusar da minha maneira de ser dócil, meiga, e terna, porque também dentro de mim, existe um furacão, um vulcão adormecido que quando faz sair a lava, as vezes, nao atinge so os que precisam de ser atingidos, mas também atinge os que nao merecem apanhar com as cinzas da explosão. Peço desculpa aqueles que de uma ou outra maneira as vezes posso ter abanado quando o saco rebenta, mas acreditem, que nem a quem me fez rebentar o saco eu quero mal, apenas na altura, me fez soltar a lava que esta adormecida, e portanto, por desconhecerem que também eu tenho o meu lado animal que as vezes se descontrola, ficam boqueabertos com a minha atitude do momento. Sempre tento dizer que amar é tudo na minha vida, que tento amar todos os que me rodeiam, e a alguém em especial como é óbvio, mas amar é ceder, amar é compreender, mas amar nao é deixar-se rebaixar, não é humilhar-se, não é deixar que as pessoas pensem que tudo podem fazer só porque as amamos, amar é dar e receber, amar é sofrer pelos que se ama, mas nunca descer de nível, ou subir de nivel em relacção aos que connosco deveriam partilhar os pensamentos, os problemas, as amarguras, e dizer-lhes que sentimos que nao estão bem, e as vezes calar-mos a nossa dor, para não aumentar as angustias que nos precedem pela pessoa que amamos.
Quantas vezes fiz avisos a navegação a amigos, namoradas, familia directa ou indirecta, que a minha maneira de ser, que a minha maneira de dar, e dócil, é meiga, é sofrida, mas nao é nem nunca será rebaixada, humilhada, ou despresada, e aí, as vezes, quando verificam, já é tarde, pois nao souberam o que tinham nas maos, abusaram, despresaram, escarnearam, e chegaram ao limite do saco, e depois do saco cheio, nao ha retorno.
Peço, aos que me acompanham nesta caminhada terrena, que pensem que eu sou amigo, sou companheiro, sou disponível para ajudar, para compreender, para sofrer ao lado, mas, nao abusem, não pensem que tudo podem fazer porque ele nao reage, que podem dizer o que vos vier a cabeça, que podem contrariar sempre, que ele aceita, que podem negar sempre que ele compreende, nao o façam porque quando tomo medidas radicais, posso continuar conhecido dessas pessoas, mas o amigo que eles tinham, deixaram de ter, porque aos amigos, da-se e recebe-se, nao se usa, ou...... nao se abusa, e como alguem disse um dia, uma verdadeira amizade pode ter uma virgula, nunca um ponto, mas e preciso que essa amizade flua nos dois sentidos, e ao fluir nos dois sentidos, as preocupações sao mutuas, e portanto, cedendo os dois, melhorando os dois, compreendendo os dois, chegaremos ao fim da estrada por certo.

Ja agora vale a pena pensar nisto

Miro

3 comentários:

Ana Coelho disse...

Se em algo agi erradamente... perdoa-me! Adoro-te!

acbelix disse...

Se me adoras nunca poderias agir erradamente, e eu tambem te adoro, e se errares, eu digo-te imediantamente, e assim espero que o faças a mim, quando errar contigo!
és demasiado importante, sincera e transparente, para além de amiga verdadeira, nunca mudes.
AMO-VOS

Darkann disse...

"Aquele que deixa de ser amigo é porque nunca o foi"... alguém, em tempos, me deixou a pensar com esta frase...
Deixo-ta aqui tb. Viver a amar sem reservas nunca dará o direito de se ser espezinhado...

Beijo grande