18 fevereiro, 2006

Hino de caxias e a dignidade

Hoje, ja nao sei bem porque, e se sei quero esquecer, lembrei-me do hino de caxias, pelo menos uma parte dele, e que é de facto um poema com uma força incrivel. Reparem bem na postura que ele detem, e de quanto valorosos era os homens e mulheres que antes do 25 de Abril, lutaram pela liberdade, colocando em risco as suas vidas, os seus bens, e nunca desistiram de lutar apesar das privações, da tortura, e das perseguições de que eram alvo. Gostava de fazer homenagem as 3 pessoas que sao da minha terra, e que pouca ou nenhuma gente fala nelas, mas que gostaria de ver os seus nomes num memorial a luta anti fascista que se travou neste país, e que, bem me parece que ja nao passara sem um movimento igual dentro de pouco tempo, pelo menos a ver pelo que se passa neste momento. Cmo disse, talvez estes nomes nao vos digam nada, mas a mim, dizem-me muito, ate porque foram eles que me mostraram o caminho que eu deveria empreender a seguir.

Arquitecto Lobão Vital e sua companheira Virgínia Moura, e o que mais meu mentor foi atraves dos seus filhos O matemático Teixeira de Sousa.

Todos eles, á sua maneira, foram lutadores persistentes, que viram as suas vidas rebuscadas e maltratadas, perderam os seus empregos, perderam a sua saude, perderam a sua familia, perderam os seus "amigos", mas, nao perderam o que para eles, e elas, pessoas altruistas, era mais importante, que era a dignidade, era o dever moral de fazer pelos que nao tinham coragem, o dever que so seres mais iluminados, e moralmente mais elevados é capaz de fazer que é; mesmo colocando a sua vida em risco, mesmo perdendo bens materiais, mesmo perdendo as suas posições sociais, e ficando a viver quase na miséria, nao abdicaram da sua dignidade, e da sua postura humanista.

E esses sim, poderiam cantar com agrado:

Podem calar, meu corpo a chicotada
Podem calar, meu grito enrouquecido
Para viver de alma ajoelhada
vale bem mais morrer de rosto erguido

Va camarada, mais um passo
Ja uma estrela se levanta
por cada fio de vontade sao dois braços
por cada braço uma alavanca!

O hino nao acaba aqui, mas é de facto esta a parte que mais mexe comigo, e que eu guardo no meu coração, e na minha mente, porque de facto viver sem dignidade nao é viver, é vegetar!

Sei que muita gente hoje, podera dizer que eu sou parvo, porque me meto onde ninguem se quer meter, porque digo as coisas que ninguem quer assumir e dizer, mas acho, que herdei com muita alegria, desses meus antepassados muito proximos, esses valores altruistas que para mim são mais do que o que possamos imaginar, e só por isso, digo e volto a dizer.....
Não me calarei nunca, diante de uma injustiça!

5 comentários:

Darkann disse...

Um abraço apertado e que tudo corra bem hj!

BJs

Digo disse...

Se não é puxar demasiado pela memória, gostava muito de saber quem foi o autor do hino de Caxias...

Anónimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»

Anónimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»