07 novembro, 2006

Amizade é... Amor é ...

Fazer aos outros o que gostariamos que nos fizessem. Sei que pode parecer mau, que pode parecer bruto e violento, mas, quando uma pessoa nao tem controlo sobre si, e esta manipulada ou amarrada, conforme descrevi no post anterior, se repararem bem, a pessoa deixa de ter dominio sobre ela, e fica a merce dos que lhe comandam os instintos, e a levam para onde querem. Eu nao conheço maior filha da putice que alguem querer comandar os destinos de outro ser, para seu belo prazer e pelo egoismo puro que isso representa, e cujas facturas terão de pagar, e por isso, depois de tentarmos varias vezes convencer a pessoa a ir tentar libertar-se e ela nao reagir, e achar que mesmo amarrada está bem e que a deixem estar... tipico conforme podem reparar no link que deixei para os efeitos da amarração... então só ha uma actitude a tomar, se de facto gostamos desse alguém e queremos o melhor para ela, que é pegar pelos colarinhos e tentar resolver a contenda. É claro que na altura, a pessoa que é "obrigada" a fazer uma coisa que esta manipulada para nao fazer, vai por-se contra nós, vai espernear, chamar-nos nomes, dizer cobras e lagartos, pedir que nunca mais falemos com ela, mas, se me tivessem feito a mim a 26 anos atras uma coisa desse genero, nao tinha mesmo passado os horrores que passo, porque me tinha livrado e prevenido de gente sem escrupulos, de gente do mais baixa que vejo ao cimo da terra, e estaria com uma vida calma e serena, calma e tranquila, na companhia de alguem que eu quisesse mesmo, e nao teria passado 16 anos ligado a alguem que nao queria.
Por saber que a maxima de Jesus é, fazei aos outros o que gostarias que vos fizessem, que eu achei que numa situação destas, só poderia mesmo tomar uma actitude forte, decisiva, ou então, ia sentir-me covarde, porque nao ajudei quem nao sabia que precisava de ajuda, e que estava completamente tomado de assalto. Podem crer que nao é fácil saber-mos que um crapula faz mal a quem amamos ou gostamos, e mantermo-nos quietos sem rebentar com esses cabroes, que nao é fácil saber que essa gente é do pior e que nao olha a meios para atingir os fins, e termos de acorrentar a nossa sede de justiça, mas, como nao podemos interferir nessas coisasm deixemos que a justiça aconteça, porque ela tardará. mas nao faltará, a todos os que assim procedem, e aos que empurram para a infelicidade os outros e se mostram muito amigas, mas apenas querem velas na valeta em que elas se encontram.
Por mim, dou a minha tarefa como cumprida, dou a minha amizade e o meu amor na sua totalidade fazendo o que acho que devia fazer, e agora, deixo que a propria pessoa perceba, abra os olhos, respire fundo, e antes que seja manietada outra vez e metida numa teia de onde é sugada, perceba a manipulação e se proteja.
Muitas vezes pedimos a Deus que nos ajude, e a ajuda vem, mas nao a queremos aceitar, a ajuda que eu dei é prova disso.
A todas as cabras e a todos os cabroes que usam merdas para apanhar presas fáceis e frágeis, so vos deixo um recado.... olhem que a factura é dolorosa.

Ja agora vale a pena pensar nisto

Miro

1 comentário:

Menina do Rio disse...

Miro, hoje só vim deixar meu beijo e te desejar uma boa noite. Sabe aqueles dias em que as palavras não fluem? Hoje é um deles. Muda meu link por favor, pois o momentos vãos está paralizado.

Fica bem