03 novembro, 2006

Putas matreiras

Hoje de madrugada, estava a ver um filme em que um dos actores ao ouvir um presidente a falar ao povo, comentou as palavras e disse, ... à minha puta matreira... queria ele dizer que, o que o presidente estava a discursar, era mentira até aos cotovelos, mas largava lagrimas ao dizer o que estava a dizer, no seu discurso perante a multidão que o ouvia.
Putas matreiras, sao os hipocritas e as hipocritas deste mundo, que ou fazendo-se de vitimas, ou despejando charmes e encantos falaciais, ou seja, bajulando as outras pessoas que querem vitimizar, tocam-lhes na essencia do ego, e a partir daí, tudo é facil de manobrar, ou seja, basta dizer a senhora é especial, é um espetaculo, e muito linda, sensual, com um sorriso muito giro, de uma beleza incrivel, que sabe estar e sabe vestir, e que profissionalmente é muito boa... e ... o ego, deixa-nos cair que nem patinhos neste encantos das putas matreiras que por aí andam.
Para os pinguins, ou seja, os empregados bancários, isso é coisa normal, pois aprenderam a ser interesseiros, aprenderam que quem lhes interessa bajulam (quando tinha dinheiro e era o SR. até o director da zona saia do gabinete para me bajular) mas, quando deixamos de lhes servir, passamos a ser descartaveis, e depois se por acaso ficamos em situação economica dificil, então somos como pessoas que teem a lepra.
Essas putas matreiras, de tudo se servem para atingir os fins, e se ha quem seja sério, lembro-me de um gerente de conta do BCP, de seu nome Américo Pereira, que foi sempre uma pessoa igual a receber-me, e a dar-me conselhos, muitos outros, ou quase a maioria dos outros, mal se aperceberam das dificuldades, começaram a tirar o tapete, e a fugir a sete pés de mim.
É claro que as empressas existem para vencer e ganhar dinheiro, mas, poderiam ser um pouco mais sérios, um pouco menos filhos da puta a usar os outros, e a bajular e alimentar os egos aos distraídos ou distraídas que pela sua injenuidade, e pela sua pouca experiencia, caem como patinhos no engodo, e nas armadilhas que essas "Putas Matreiras" aprendem na formaçao que recebem mal entram para pinguins.
Há outro tipo de Putas Matreiras, e algumas delas sao tão refinadas, que parecendo que estão a encaminhar para a felicidade as outras, apenas as aconselham a serem putas disfarçadas, para que elas nao fiquem tão mal vistas, pela ma conduta que teem, e, assim, dizendo que fizes-te muito bem, e que nao faz mal foderes com meia praça publica, porque gozas-te a vida, mas... a vida tem longos anos, e depois de se perder a beleza fisica, e nessa altura que a factura dos comportamentos se recebe, e as pessoas em vez de cultivarem o bem e a boa conduta, para conseguirem a felicidade durante mais tempo, acabam por um dia receberem a sua factura, e quando pensavam que tinham encontrado e enganado alguém, um dia a coisa rebenta, e depois só o sofrimento fica, e, essas putas matreiras pagam todas, mas, aos que se deixaram seduzir por eles, fizeram mal, mas se se deixaram seduzir, foi porque tinham livre arbitrio, e puderam escolher, porque mesmo manipulados podemos sempre fazer bem ou mal, e é aí que reside as provas, é aí que se prova o caracter das pessoas, e aí, quem se segura muito bem, quem nao se segura, depois sofre e paga, e... acreditem... é fodido, no entanto as putas matreiras, essas morrem sozinhas, e gemer pelo mal que causaram.

Hoje, depois de muita aprendizagem, estão a mostrar-me a minha volta, todas as putas matreiras, exactamente para que amanha quando estiver bem, saber onde estão e quem são, e nao me deixar enrolar com tanta facilidade, mesmo os vampiros que nos sugam tudo, ou seja, estarei mais atento, e ja nao me deixarei roubar como fui roubado, enganar como fui enganado, porque se estou a passar pelo que estou é exactamente para eu aprender que as putas matreiras nao conhecem ninguém, e atacam de todas as maneiras.
Só ha uma maneira de nos defender-mos delas... nao pensar-mos com o ego, nao nos deixar-mos bajular e enganar pelo ego, e resistirmos com as nossas convicções, e pedindo a Deus que nos de luz para que sejamos iluminados e intuídos contra todas as PUTAS MATREIRAS que nos cercam.

Ja agora vale a pena pensar nisto

Miro

1 comentário:

Menina do Rio disse...

Miro
Não recordo mais qual foi o texto que comentei, mas nesse aqui deu pra sentir uma certa revolta tua em relação a alguns. Pelo visto, o mundo anda povoado de "Putas matreiras", pois o que tem de gente se alimentando de sugar os semelhantes com falsas conversas e bajulações...
Temos que saber administrar bem essa parte de nosso ego, pra não cair no alçapão!

beijo e fica bem!