14 setembro, 2006

A mudança

Hoje recebi uma noticia que me deu alento a mudança. Ontem mandei um mail a pedir um software a italia para uma maquina, a um antigo fornecedor, e hoje pela manhã, depois de ter deixado um disco a tentar recuperar o software, ligou-me o filho do dono da empresa, com um grande sorriso, a dizer Olá! Avelino, recebi o teu mail, vou mandar-te o que queres, mas quero só perguntar quando é que voltamos a trabalhar em conjunto, pois tenho saudades das nossas dicussões técnicas, das nossas discussões financeiras, mas, essencialmente da luta que davas, e do sucesso que fazias a vender. Depois de lhe ter contado uma pequena passagem da minha vida, disse-lhe que, se tudo correr bem como a minha intuição me diz, então nao tardará a ir até ao valdastico, e voltar a queimar os sabados em veneza, nao deixando de ir a rialto fazer as compritas do costume.
Se por um lado este telefonema me soube a saudade, me soube a lembranças do passado, por outro lado, fez-me sentir que afinal tudo vai mudar, tudo vai voltar, tudo vai ser como ja foi um dia, que posso voltar a ser eu, a trabalhar com prazer, com alegria, e com paz.
Hoje percebi que afinal nada acontece por acaso, e as vezes, uma avaria que nos da dor de cabeça, faz-nos saltar de uma maneira incrivel, e faz-nos saber o quanto afinal somos queridos, o quanto afinal noutros tempos nos apreciaram, mesmo em alturas em que ja nao havia nada para comer. Hoje.... tive a certeza de que vou ser feliz, é só uma questão de... pouco tempo, basta ter fé, aguentar, lutar e acreditar.
Hoje, apesar de tudo, veio uma luz da estrela que espero seja a minha e que as nuvens saiam de vez do meu encalce.

Miro

5 comentários:

Anónimo disse...

Miro,
É bom saber conseguimos em algum momento ver além do que está ao nosso alcance visual. Torço, desejo e espero de coração que acabes por encontrar toda paz e serenidade que buscas. Continuo, sempre, aqui. Não esqueças de que estás em minhas orações.
Florbela

Anónimo disse...

Eu sempre disse que esse dia ia chegar...até lá, muita fé!

Para começar já estás bem mais elegante (cheguei a pensar que estavas doente, mas a tua energia não baixou...por isso fiquei descansado)

Epá...as coisas em que as pessoas reparam...eheheh


"o Tempo"

Yolanda disse...

Tenho passado por aqui todos os dias para saber como estás.
Hoje valeu a pena cá vir.
Beijo!

Anónimo disse...

Senhor do Douro,

Passei uma noite aqui, fiquei fã das linhas que te saem da mente e colocas no sitio certo, colocas sempre o dedo na ferida de alguém,tu não tens vergonha de não ser hipócrita????
Ontem não comentei a despedida que fizeste, achei que era mais um dos teus abanões a personagens que rodeiam a vida das pessoas fazendo-as crer que o lado material em tudo tem a sua importância,a sociedade é tão viciante, tão parca, tão sem sentimentos, e isso vicia as relações. Eu verifico que a hipocrisia está na moda, só pode, não é?? é tão giro ter carros luxuosos, casa na provincia, casa na cidade, mostrar sorrisos aparentes, depois peço desculpa pela expressão que vou usar: Tudo é fodido no interior das paredes, que merda! De que vale mostrar o que se não tem, o que se não sente??? A felicidade é uma busca permanente de luz.
Um dia destes mando retirar as nuvens dessa zona Norte, vais ver brilhar as luzinhas todas, e até vai parecer NATAL.
Deixo-te como sempre um grandeeeee abraçoooooooooo


Maria do Mar

contos&contas lda disse...

Fico feliz muito feliz por saber q as coisas começam a querer mudar, sei e tenho a certeza q vais ser mt feliz, pa compensar todo o sofrimento desmedido q passaste, sabes q podes contar cmg, eu estou sempre aqui...
beijos
Gosto de ti